Arquivos

Séries e TV

Watchmen (HBO) | O que podemos esperar

Quando anunciada pela HBO, Watchmen rendeu euforia pelas redes sociais em saber que um dos maiores quadrinhos já escritos viria a ter uma nova adaptação, depois do aclamado filme de Zack Snyder. Mas será que valeria a pena?

Confesso a vocês que me aventurei a ver o piloto da série sem ter lido a HQ, apenas tendo como referência para este universo o filme de 2009. Um erro de minha parte, mas por incrível que pareça me deixou mais curioso ainda por ler a obra de Alan Moore e David Gibbons.

De fato, a série é uma sequência aos fatos ocorridos no final do quadrinho, e mostra um mundo em que a tecnologia está longe do que temos hoje ( e sim, a série se passa em 2019). A polícia tem procedimentos regrados quanto ao porte de arma, e tem de lutar contra um forte movimento racista que cultua a imagem de Rorscharch. Olha aí o começo das referências aos personagens que tanto amamos.

Rorscharch é a mais forte delas. Outros personagens também tem seu referencial citado de forma bem sutil, mas que serve para nos ambientar no momento histórico da série, bem como mostrar quais influências que os fatos ocorridos no passado por Coruja, Comediante, Dr. Manhattan e afins tiveram no mundo atual.

O roteiro da série mostra que temas bem polêmicos vão ser tratados com um dedo bem forte na ferida. No piloto já podemos ver uma sociedade racista e preconceituosa, que parou no tempo preocupada com questões balísticas do passado, e por conta disso se esqueceu de trabalhar com a sua sociedade criando monstros incontroláveis, tal como a Kavalaria.

As atuações da série estão impecáveis, com destaque maior para Regina King. Monstruosa é um adjetivo até fraco para definir a atuação dela só no primeiro episódio. Uma policial disfarçada na sociedade assim como os demais de sua profissão, tem a dificuldade de lidar com o grupo extremista enquanto é mãe de família. Girl power nas alturas!

Fotografia e trilha sonora mantiveram o primor que o filme de Zack Snyder já trouxeram para o universo de Watchmen. Em sua maioria escura, destaca em sua grande parte o amarelo, assim como já conhecemos da obra em outras referências. As músicas clássicas e temas western moveram o piloto na batida certa, e merecem destaque como ponto alto da série até então.

Confesso que tenho receio se Watchmen vai se tornar um grande sucesso da HBO. Por mais que a referência da HQ seja fortíssima e o público seja do filme ou do quadrinho esteja curioso por saber o que pode vir, a temática mostrada no primeiro episódio pode não conquistar a audiência geral.

Desde que se mantenha a fidelidade da história e do universo para com os fãs, a série tem potencial para se consagrar como um grande marco na adaptação dos quadrinhos, assim como outras excelentes séries que já conhecemos recentemente. Nos resta acompanhar…

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!