Arquivos

Séries e TV

Vikings S05E19 e S05E20 | O Começo do Fim

Se você acompanhou meus textos sobre Vikings até aqui, percebeu que a série me proporcionou uma montanha russa de emoções. Desde sentimentos nostálgicos até tramas extremamente desnecessárias, chega ao seu quinto e penúltimo ano bem mais fraca do que quando começou.

Mesmo com um suspiro de trama envolvente no season finale, fico com o pé atrás do que a 6ª temporada trará para a conclusão da épica história de Ragnar e seus filhos. Diferentemente dos outros textos que fiz por aqui, neste não haverá divisão por episódio, mas sim por personagem. Qual foi o destino de cada um neste fim de temporada?

Só para dizer mais uma vez. Esse texto está recheado de SPOILERS do fim da temporada…

Floki

Que tristeza é falar de Floki neste final. Um dos personagens mais fundamentais da série desde o seu início, foi caindo drasticamente de produção até chegar a um final melancólico.

Vivendo como nômade durante toda a temporada em busca de resposta dos deuses, termina preso numa caverna próxima a um vulcão, e se depara com a cruz católica, levando a crer que a resposta de tudo não estaria em sua própria crença.

Ficarei muito chateado se esse for realmente o fim dele, afinal era um dos personagens mais adorados de todos e que não merece essa conclusão pífia.

Judith e Alfred

Acaba o legado da mãe que adorava colocar uma lenha na fogueira. Mas convenhamos, que cena ridícula da morte de Judith. Uma personagem que se impôs nessa temporada, doutrinando os filhos e se colocando a frente deles por muitos momentos, morre de forma brusca.

O mínimo que eu esperava era uma espécie de preparação mais dolorosa para a morte dela, com Alfred sentindo mais a morte. Mas a única coisa que vi foi uma interpretação fraquíssima do personagem, e uma despedida como se um figurante qualquer tivesse morrido. Mais um fim triste de ruim…

Ubbe e Lagertha

Depois de uma dolorosa luta, Ubbe vence o julgamento por combate e interrompe a invasão viking a Wessex. Em uma performance que orgulharia Ragnar do início ao fim, Ubbe sai extremamente ferido mas atinje seu objetivo motivado pelo povo e por sua esposa, Torvi.

Em recuperação da batalha, Ubbe se une a Lagertha e os dois decidem rumar para Kattegat para retomada do trono dominado por Ivar. Ubbe se mostra mais uma vez como o mais honrado filho de Ragnar, e que mais se assemelha ao pai pela bravura e poder de decisão.

Bjorn / Ivar

Aqueles personagens que a gente ama e odeia ao mesmo tempo. Entre briguinhas de primeira série com Harald por conta da mulher e do domínio de Kattegat, Bjorn toma a frente do exército para invasão a fortaleza de Ivar, que preferiu se refugiar do que partir em contra ataque.

A invasão aparentemente iria dar certo, mas Bjorn parece que não aprende com os erros e cai em uma armadilha muito bem planejada por Ivar, perdendo boa parte de seu exército e apelando para o emocional com o seu povo, relembrando os tempos de Ragnar e pedindo que o povo fique a seu lado.

Me desculpem. Pode ter sido muito heróico para alguns de vocês, mas para mim isso não passou de um ato de covardia de Bjorn. Ragnar nunca faria isso, se rendendo a seu rival e apelando para fatores externos afim de conseguir a vitória. Mas o pior estava por vir…

Sem saber como invadir novamente a cidade, Bjorn recebe um presente do céu. P* da vida com o comportamento mimadinho do marido e o sacrifício de seu filho, a mulher de Ivar direciona o grupo a uma passagem secreta a cidade, surpreendendo a todos logo pela manhã e conquistando o lugar.

Sabendo da traição da mulher, Ivar não pensa duas vezes antes de matá-la, e sem ter alternativas, foge de Kattegat escondido, e aparentemente suportado por alguns apoiadores que lhe auxiliarão num futuro retorno.

Por fim, Bjorn é conderado rei e recebe das mãos de Lagertha a espada que um dia foi de seu pai, numa cena para lá de emocionante, contando com um discurso do espírito de Ragnar e as visões do Vidente, projetando o reinado de Bjorn Lothbrok.

Vikings termina sua 5ª temporada em alta, mas insisto em dizer que sigo com receio de sua conclusão ser morosa e não trazer dignidade para as histórias que foram construídas até aqui.

Infelizmente a temporada que passou teve de 3 a 4 episódios excelentes, sendo os outros médios ou ruins, que mastigaram até não aguentar mais uma mesma história, que no fim não agregaram em nada.

Que Bjorn cale minha boca, que Ivar seja um vilão a altura, e que a conclusão da história dos nórdicos seja digna daquilo que esperamos.

Até a próxima temporada! Skoal!

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!