Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Ultraman (Netflix) | Review

Shinjiro Hayata é um garoto diferente dos demais. Ele consegue saltar distâncias absurdas e tem uma força capaz de romper o concreto. Um dia ele é confrontado por um alienígena metálico conhecido como Bemular, e descobre que seus poderes vem de seu pai, o lendário Ultraman. É com essa bagagem que começa a jornada da nova série da Netflix, Ultraman.

A série é inspirada no mangá que foi criado em 2016, escrito por Eiichi Shimizu e desenhado por Tomohiro Shimoguchi. O anime retrata de maneira fiel os acontecimentos do mangá, e segue a mesma linha de história. Nós acompanhamos a jornada de Shinjiro através da Patrulha Científica, onde é designado pelo governo a atuar contra alienígenas que vivem entre nós mas não seguem as leis. Diferente de seu pai, que lutou contra Kaijus e monstros gigantescos, Shinjiro se transforma no tamanho normal, e usa uma armadura cibernética e tecnológica. Aos poucos, vemos que a armadura é só um facilitador (ou não) para que ele consiga utilizar os seus poderes de Ultraman.

Ultraman | Netflix

Um dos pontos altos da trama é o seu teor político social, trabalhando temas como imigração e xenofobia, Redes Sociais, e até idolatria cega a ídolos POP. Vemos um claro crescimento no protagonista, e sua relação entre matar ou não matar os alienígenas, já que vidas sempre são ameaçadas. As lutas são frenéticas e intensas, e mesmo sendo muito mais ágeis e animadas, tem aquele toque nostálgico no movimento dos personagens, a pose clássica de luta do Ultraman tá lá, incluindo o lendário Raio Espectral! Isso sem contar algumas aparições surpreendentes que me deixaram muito animado, e mudam completamente o rumo da trama.

Pôster Japonês do Anime | Netflix

A trilha sonora é excelente e o tema continua tocando na minha cabeça! A animação é de altíssima qualidade, porém causa um pouco de incômodo no início por ser aquele anime tridimensional. A parte boa é que você acostuma rápido e vê que a movimentação dos personagens é extremamente realista, tudo graças a excelente captura de movimentos que os artistas fizeram.

Como todo Shounen, Ultraman é empolgante, tem lutas de tirar o fôlego, e felizmente um enredo que mantém tudo lá em cima. A dublagem em português do Brasil está excepcional, e conta com nomes conhecidos como Charles Emanuel, Guilherme Briggs e muitos outros atores de renome e qualidade, e eu só notei uma única frase mal traduzida. Ultraman é uma excelente atualização a clássica série dos anos 70, e me fez sonhar com outros tokusatsus sendo adaptados para esse formato. Já pensou?!

Show CommentsClose Comments

Leave a comment