Arquivos

Séries e TV

The Walking Dead | S10E03 a S10E05 – A crescente de Negan

Seguindo nossa jornada pela décima temporada de The Walking Dead, passamos por alguns episódios mornos que serviram para desenvolver alguns relacionamentos entre personagens, tudo rumo a preparação para o grande evento que a temporada promete: o confronto com os Sussurradores. Negan é um cara que com certeza terá papel fundamental nisso.

Como a trama não se desenvolveu de forma tão intensa nesses três episódios, escolhi contar para vocês sobre o personagem que aprendi a amar conforme a jornada dele ia sendo construída. Negan para mim se tornou o personagem mais relevante da série, e por mais que eu já conheça alguma coisa da HQ, confio nele como o grande responsável pela virada da série.

Digo isso com muita confiança, afinal este já passou por trancos e barrancos. Tenho uma tendência de gostar do vilão ou dar uma parcela de razão a ele. Com Negan aconteceu o mesmo, mas com alguns pontos da construção do personagem diferentes de um antagonista comum.

No momento atual da temporada, é até difícil de explicar quem é Negan e o que ele quer. Passamos de um personagem sanguinário que arrancou cabeças por onde passou, para um prisioneiro que passou um bom tempo refletindo suas ações e tentando se envolver com a sociedade que lhe “acolheu”. Ressalto a questão do acolher, porque Negan é rejeitado em tudo que faz, sendo apenas sustentado para ser mais uma alma a auxiliar na produção de Alexandria.

Pois bem, tudo estava muito bonito na vida de Negan e na realidade que ele estava começando a retomar como um cidadão comum, até que no último episódio nos veio um frio na espinha de relembrar quem ele realmente é. Negan é liberto da prisão que está por Brandon, que tem por objetivo restaurar a maldade do vilão. É bizarro falar isso, mas é justamente dessa forma que vejo.

Negan estava num momento de besta enjaulada, tendo tempo para refletir sobre seu passado, que faz com que vejamos nesse mesmo episódio ele resgatando uma mãe e seu filho. Negan protetor? Desde quando isso? Pois bem, o tempo fora de ação estava fazendo bem ao vilão, mas foi bruscamente interrompido por uma besta (e não, não é a do Daryl).

Brandon motiva a maldade de Negan ao assassinar a sangue frio mãe e filho que haviam sido resgatados por ele. A arma do crime? Sua fiel escudeira do passado, Lucille. É aí que vemos o acesso de raiva do vilão voltando a tona, o assassino brutal está de volta com sua principal arma e seu casaco de couro, numa cena que tem sequência até com a clássica citação de Três Porquinhos usada pelo vilão.

Não sei o que o futuro nos reserva… Negan vilão e auxiliar dos Sussuradores, ou será sabiamente inserido no grupo de Beta e Alpha para destruí-los por dentro? Só sei que The Walking Dead voltou a ter minha atenção e aquele sentimento bom de ansiedade pelo próximo domingo.

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!