Arquivos

Livros

Tão insano quanto você – Uma vida em listas | Resenha

No dia-a-dia estamos acostumados a fazer várias listas, do que temos que produzir no trabalho/estudos, coisas para comprar, lugares para ir e afins. Pensando nisso Todd Hasak-Lowy resolveu contar uma história usando apenas listas.

Em Tão insano quanto você, conhecemos a história de Darren Jacobs, um garoto de 15 anos, judeu e um pouquinho acima do peso ideal que acaba de descobrir que seu pai é gay.

4 distâncias físicas que separam Darren do pai ao longo dos três minutos em que Darren enfim descobre o que o pai está fazendo ali.

Você já parou para pensar como seria passar por uma situação como essa? Para Darren é bem complicado, seus pais já estavam separados a alguns meses, mas descobrir que o pai é gay muda completamente as coisas na vida do adolescente.

Darren não tem muitos amigos e mesmo fazendo parte da banda de jazz da escola, passa a maior parte do tempo sozinho. E agora tem ficado solitário por mais tempo ainda, já que seu irmão mais velho, Nate, foi para a faculdade em outra cidade.

Para tentar entender o que está acontecendo, Darren recorre a única pessoa que poderá entende-lo: Nate. E assim, o garoto que sempre se comportou decide ir visitar seu irmão sozinho e sem falar com os pais. Para tanto ele conta com a ajuda de uma garota esquisita, cheia de piercings e com roupa gótica que fica no estacionamento da escola fumando ao invés de entrar nas aulas.

10 adjetivos que Darren poderia usar para descrever Zoey com base na recente e incerta percepção a seu respeito que ele consegue obter enquanto a segue até o carro.

Ao chegar em Ann Arbor, Darren encontra um irmão diferente do que ele se lembrava, um cara de cabelo comprido, barba e camisa xadrez que passa horas fumando um baseado e enchendo a cara com qualquer tipo de bebida disponível. E ai o adolescente deslocado e confuso começa a ser introduzido ao novo universo de Nate.

A história contada no livro cobre um período de sete meses na vida de Darren e é cheia de flashbacks para explicar o que aconteceu nos intervalos entre as partes em que a história é narrada no presente.

Por se tratar da vida de um adolescente, a história tem altos e baixos, dilemas sobre sexualidade, interações sociais, uso de drogas, romance, dramas, dúvidas e certezas questionadas. Também tem algumas partes bem engraçadinhas em que me peguei rindo sozinha.

Uma das coisas que mais gostei é que Darren é muito ligado a música, ele sempre fala sobre ela ou está escutando alguma coisa. Assim, o livro contém muitas músicas e eu escutei cada uma delas enquanto lia, foi o complemento perfeito para imergir na história. Acabei fazendo uma playlist no spotify com as musicas (ah, tem até músicas brasileiras na trama…) citadas no livro, você pode escutá-las aqui:

Foi uma leitura super diferente, a história TODINHA é contada por listas, listas com itens, listas com parágrafos, listas com páginas. Essa disposição do texto fez a leitura fluir muito bem, eu sempre pensava “vou ler só mais uma lista” e isso ia por horas – risos.

A edição que li foi publicada em 2015 pela editora V&R, a edição tem 650 páginas muito bem editadas. O acabamento do livro é lindo, a capa remete a uma página de caderno e as listas são bem divididas.

Apesar de ser uma história com foco YA, o formato de texto inusitado pode ser uma experiência inusitada para os leitores que estão em busca de algo novo.

Avaliação

Enredo5.5
Personagens5.5
Diagramação8.5
Acabamento8.5
7

Resumo

5 razões para você não deixar de ler este livro: 1. Porque esta é uma história foda contada em listas. 2. Porque, assim como Darren Jacobs, você sabe como é se apaixonar por alguém e ter seu coração partido... 3. Porque o pai de Darren tem uma revelação muito importante a fazer enquanto como um donuts de chocolate. 4. Porque você provavelmente nunca leu uma história cotada em listas. 5. E porque isso pode ser realmente muito, muito divertido.

Deixe uma Resposta

Andressa Popim
Oii, meu nome é Andressa Popim, Minha principal diversão é ler, ver filmes e series ♡