Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Sem Saída | Resenha

Vamos falar sobre um suspense diferente que está a um passo de virar filme? SIM!

Em Sem Saída, de Taylor Adams, conhecemos Darby Thorne, uma jovem que está a caminho de casa para se despedir da sua mãe que está lutando contra câncer no pâncreas e precisou de uma cirurgia de emergência. Não bastasse tanto sofrimento, nossa protagonista ainda está enfrentando uma nevasca nas estradas que está cada vez pior. É então que, por obra do destino, ela decide parar em uma área de descanso em Wanashono, e é aí que nossa história realmente começa…

Na parada, Darby se depara com quatro pessoas na mesma situação. Sem qualquer possibilidade de sair dali a jovem tenta buscar, em vão, um pouco de sinal no celular, é nessa hora que ela tem a impressão de ver uma garota presa dentro de uma espécie de canil com num furgão no estacionamento. E, Meu Deus, ela estava certa! Assustada, Darby tenta conversar com a garotinha ali presa e descobre que Jay foi sequestrada há quatro dias.

Desesperada para ajudar a criança, Darby se encontra diante do maior empasse da sua vida: em quem confiar para ajudá-la nesse resgate? Entre todas essas pessoas, quem seria o verdadeiro criminoso?

Sem Saída é um livro fantástico, já que você começa sabendo quem são os suspeitos e mesmo assim a narrativa prende completamente sua atenção. A narrativa é simples, mas eletrizante (já que tudo acontece em poucas horas) e tem uma linha muito próxima aos seriados criminais, por isso acredito que será uma ótima adaptação. Me vi completamente envolvida e brigando MUITO com a protagonista durante a leitura, adoro quando um livro nos permite tamanha imersão.

Novamente a Faro entrega uma edição absolutamente bem feita. Para Sem Saída, a editora apostou em verniz localizado na capa. A diagramação é excelente e a fonte tem um bom tamanho que facilita a leitura. 

Sem Saída
Arte
10
Composição
10
Diagramação
10
Enredo
10
Personagens
10
Acabamento
10
Voto do Leitor(a)0 Votes
0
10
Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário