Arquivos

Séries e TV

Review | Supergirl S03E01 a S03E03

Chegamos na terceira temporada da Supergirl, Kara (Melissa Benoist) terá que lidar com os sacrifícios que fez anteriormente e decidir se deve ou não desistir da sua identidade humana. Ser humana e vulnerável é complicado. Talvez seja melhor abraçar seu DNA alienígena e ser somente a “Garota de Aço”. Conforme tenta decidir seu destino, Kara continua a trabalhar para o DEO combatendo as ameaças a National City – incluindo os novos vilões Morgan Edge (Adrian Pasdar) e a “Assassina de Mundos”, conhecida como Régia (Odette Annable).

Se você quiser relembrar sobre a segunda temporada, você pode conferir aqui no Dinastia Geek. Vamos comentar aqui dos primeiros três episódios e falar como Kara está agindo com uma nova chefe e novas ameaças em National City, se você já assistiu acompanhe conosco. Caso ainda não tenha assistido, coloque os episódios em dia, pois, spoilers por sua conta em risco.

3×1: Girl of Steel

Este episódio aparenta mostrar que Supergirl não está mais interessada em ser Kara Danvers, devido à perda Mon-El (Chris Wood), que foi exilado da Terra. Todas as pessoas próximas a ela, tentam de alguma forma conforta-la e animar, para continuar em frente. Das novidades, Cat Grand (Calista Flockhart) passa a ser secretária de imprensa da Casa Branca. Com isso, Lena Luthor (Katie McGrath) assume a CatCo.

Alex (Chyler Leigh) encontra uma mãe e filha na inauguração da estátua da Supergirl. Enquanto no começo parecia que elas poderiam ser cidadãs normais de National City, a aparição delas foi um pouco mais longa e o reaparecimento da mãe no final do episódio tem um motivo, daqui há pouco explicarei o porquê.

Temos o planejamento de casamento de Alex e Maggie, isto me faz lembrar que Floriana Lima não fará parte do elenco regular nesta temporada. Acredito que os escritores vão trazer um fim rápido para este romance, seja matando Maggie ou dando-lhe algum motivo para separar de Alex.

Tivemos a introdução do magnata do setor imobiliário Morgan Edge, seguindo uma linha de vilões empresários. Além dele, tivemos a estreia de Samantha Arias, lembra da mãe que estava falando há pouco? A decisão de introduzir Samantha como mãe inocente antes de transformá-la em um vilã tem muito potencial.

3×2: Triggers

Kara ainda sente a falta de Mon-El em sua vida, mas a vida continua e com uma nova vilã da semana. Psi, se sai melhor nos primeiros confrontos contra Supergirl, ainda mais pelo fato de que nossa heroína está enfraquecida mentalmente, a vilã conseguiu causar pânico e medo. Fora isso, Kara ficou imaginando o inferno solitário que condenou Mon-El, mas no final das contas conseguiu vencer a vilã.

Samantha aparece novamente, mas ainda não temos a revelação da vilã neste episódio, difícil imaginar essa mãe super ocupada e amorosa, tornando-se o pior pesadelo da Supergirl. Bom, você deve saber que nesta temporada Samantha é nada menos que Régia, nas HQs ela é uma superhumana desenvolvida por cientistas de Krypton, mas criada mesmo a partir de um experimento genérico em uma criatura de um mundo alienígena desconhecido. Os poderes de Régia são equiparáveis aos da Supergirl: ela pode voar, tem superforça, velocidade, e ainda é uma mestre no uso de armas.

3×3: Far From The Tree

Para a minha surpresa, que esperava um episódio sobre Samantha, eis que temos um episódio sobre J’onn (David Harewood) e M’gann (Sharon Leal), abordando não um, mas dois relacionamentos entre pais e filhos.

Como sabemos, J’onn teve a perda de sua família e civilização e ele teve uma longa jornada para estabelecer uma nova família para si mesmo na Terra. Descobrimos após uma mensagem de M’gann, um membro sobrevivente de sua linhagem sob a forma de seu pai, M’yrnn (Carl Lumbly). Kara se juntou a batalha final com J’onn contra os marcianos brancos.

Já no outro relacionamento abordado, temos Maggie encontrando seu pai depois de muitos anos, pois tem um relacionamento conturbando porque saiu de casa devido a sua orientação. Além disso, temos Alex expressando seu interesse de ter filhos, mas Maggie não. Embora seja difícil acreditar que eles nunca discutiram antes de se comprometerem, ambas têm sentimentos fortes que não acabam ali, mas o enredo dá a entender que seja o motivo futuro da separação.

O que achou sobre o retorno da série? O que podemos esperar nesta temporada que terá 23 episódios? Supergirl é exibida nos Estados Unidos pelo canal CW, no Brasil a série é exibida pela Warner Channel todas as quartas às 22h30.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=yL1Wnyw8t4g]

Deixe uma Resposta

Roberto Nascimento
Beto, paulista, sempre em busca de bons shows, viagens, livros, cultura pop em geral (não necessariamente nesta ordem). Fã de Star Wars, DC, Marvel entre outras coisas mais. Amante do universo da fotografia, sempre registrando por onde passo.