Arquivos

Livros

O Segundo Caçador | Resenha

E aí, está afim de ler algo novo? Que tal ler a história de um rapaz brasileiro revoltado com a sociedade que resolveu fazer justiça com as próprias mãos…

Em O Segundo Caçador, a história já começa com fortes emoções, quando nosso personagem Will se vê em um ônibus prestes a ser assaltado por dois indivíduos de comportamentos extremos, um apontando a arma pra todos e qualquer um e outro com tanto medo do que estava fazendo que chegava a tremer.

“Ele olha para mim e dá uma cotovelada no ar. Abre o terno e mostra que também está armado. Deve ser outro policial. Será que vai querer me prender por agressão? Será que mais gente viu o que fiz? Desta vez, com flagrante policial e vários passageiros como testemunha, não vou escapar.”

Eis que em meio a toda aquela confusão, mais um homem armado se apresenta e o que estava ruim, fica pior ainda… O incidente acaba com mortos, feridos e um Will com transtornos psicológicos.

Depois de um começo de história conturbado, somos apresentados aos outros personagens que fazem parte da vida de Will, bem como seu trabalho e cotidiano.

Depois de alguns dias para se recuperar do assalto ao ônibus, Will, seu melhor amigo Pedrão e Aninha, a garota com quem estava ficando, vão a um bar para relaxar e descontrair. Infelizmente o destino tem planos piores para eles naquela noite. Um policial bêbado e transtornado começa a importunar todos os clientes, inclusive o trio de amigos.

Sou boazinha e não vou dar spoilers, mas essa noite no bar não acaba nada bem…

Decorrente disso, Will acaba fazendo uma lista com os nomes das pessoas que a seu ver mereciam morrer, por motivos variados que podem ser resumidos em pessoas que fazem mal a sociedade.

Sua primeira missão como justiceiro é um fiasco e ele só não acaba preso porque uma pessoa o ajuda, quem é essa pessoa? Seria spoiler dizer hahaha

Enfim, logo Will começa a receber treinamento em luta e armas brancas e ganha também o contato de alguém que pode lhe fornecer armas e recursos para cumprir suas missões.

“Infelizmente, a escolha deste alvo também me traz sérios problemas. Por ser um homem público, ele é menos vulnerável a ataques. Por ser um senador, a quase totalidade dos lugares frequentada tem acesso limitado ou vigiado, além de ele dispor do serviço de vários seguranças particulares.”

Vocês devem estar se perguntando, por que ele é o SEGUNDO caçador? Porque já existia o primeiro, ué!

Quando comecei a ler essa história me senti afundando em um mar de ódio, mas logo entendi que se fosse diferente, o livro não seria excelente como é. A história é narrada em primeira pessoa, então todo aquele ódio externado faz parte da composição do personagem principal e ao decorrer da história outras faces desse personagem tão bem construído são apresentadas, conforme ele vai interagindo com os outros.

O livro fala principalmente sobre autoconhecimento, conflitos internos e escolhas. No decorrer da leitura me peguei muitas vezes questionando quais seriam minhas atitudes se eu estivesse passando por aquelas situações.

Pelo fato de a história ser em território nacional, com paisagens conhecidas e com um personagem principal negro que trabalha em um escritório de advocacia criminalista que defende gente que não presta, a história tem aquele quê de veracidade, deixa a sensação de que talvez possa mesmo vir a acontecer um dia.

A única ressalva que tenho quanto ao livro é que senti falta de um capitulo que falasse sobre os treinamentos que Will teve, essa parte foi explorada superficialmente. Gostaria de ter visto lido mais de perto seu processo de desenvolvimento e crescimento nos treinamentos com o Sensei.

A história acaba com aquele feeling de que terá continuação e eu espero que tenha mesmo!

“Nós quatro estamos intimamente ligados à violência.”

O livro O Segundo Caçador do Bruno Crispim, ganhou o Prêmio UFES de Literatura na categoria Livro de Romance 2015-2016.

Como eu disse no começo desse texto, se você procura uma leitura diferente do que está acostumado, vale a pena ler esse livro!

Avaliação

Diagramação9.5
Enredo9.5
Personagens10
Acabamento9.5
9.6

Resumo

Bruno Crispim | EDUFES | 2016| 344 páginas

1 Comentário

  1. Bravo !!!

    Foi clara e objetiva sobre o livro, instigando a curiosidade do leitor, realmente fazendo um convite à leitura.
    Me abriu o apetite de leitura a sua resenha.

    Parabéns !

Deixe uma Resposta

Andressa Popim
Oii, meu nome é Andressa Popim, Minha principal diversão é ler, ver filmes e series ♡