Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Extraordinário | Resenha

Quando comprei esse livro foi literalmente pela capa, achei tão lindinha e com um título como Extraordinário, as expectativas não poderiam ser maiores. Mas isso foi a 2 anos atrás, agora sei que não é só o título que é extraordinário.

“Não, não é tudo um acaso. Se fosse, o universo nos abandonaria à própria sorte. E o universo não faz isso. Ele cuida das suas criações mais frágeis de formas que não vemos”.

O livro conta a história de August, um menino que teve a infelicidade de nascer com o rosto deformado devido a uma combinação de mutação genética e síndromes de deformação facial. Por causa dessas características peculiares, August teve que passar por muitas cirurgias durante a primeira infância e isso impossibilitou seu ingresso em uma escola regular na época certa (aos 5/6 anos). Mas ao completar 10 anos, seus pais (após discussões e inversões de opiniões) acabaram decidindo que já era hora dele frequentar a escola, como qualquer menino de sua idade.

“- Você vai ser sempre assim, August? Quer dizer, você pode fazer plástica ou coisa do tipo?
Sorri e apontei para o meu rosto.
– Oi? Isso é depois da plástica!”

Além de mergulhar no pequeno universo da quinta série, somos apresentados aos “Preceitos do Sr. Browne”, no começo de cada mês ele indica um preceito para a turma de Auggie e ao fim do mês cada um dos alunos deveria escrever sobre aquele preceito.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

Em 318 páginas a autora conta como foi esse primeiro ano do August na escola, como ele fez amigos e se envolveu em uma guerra de quinta série, como ele deixou de ser um bebezinho com necessidades especiais e se tornou um menino capaz de lhe dar com os próprios problemas.

A história é dividida em oito partes e dessas oito partes Auggie narra apenas três, as outras quatro partes são narradas por outros personagens presentes na história. Ter outras perspectivas sobre os mesmos fatos deixou o livro mais completo, com mais credibilidade, por assim dizer.

“[…] quase sempre uma historia tem mais de dois lados.”

Extraordinário foi um sucesso tão grande que ganhou até um livro spin off: Auggie & Eu, onde são contadas três novas histórias sobre Aggie pelos olhos de seus amigos Julian, Plutão e Shingaling.

“Não tenho certeza do que falei, mas foi ruim. Foi apenas durante um minuto ou dois.”

Além do sucesso no universo literário, a história do menino de cara engraçada está prestes a chegar às telonas. O filme que leva o mesmo nome do livro foi dirigido por Stephen Chbosky e terá nos papéis principais Jacob Tremblay, Julia Roberts, Owen Wilson e Izabela Vidovic. A estréia nos cinemas do Brasil será em 23 de novembro.

P.S.: o Auggie também gosta de Star Wars.

Extraordinário | R. J. Palácio | Intríseca | 2013 |318 páginas

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário