Arquivos

Livros

R.E.M | Resenha

R.E.M

R.E.M é a sigla para Rapid Eye Movement, o movimento rápido dos olhos que é a fase dos sonos em que lidamos com os sonhos mais vívidos. Sabe aquele momento que você acorda e pensa que parecia tão real? Pois é, esse é o momento R.E.M vivido por você.

Baseado nesse conceito, Igor Paiva escreve um conto sobre Emile, mulher cega que começa a história enterrando sua irmã, Julia, seis anos após ter perdido seus pais. Agora, o que resta a garota é somente o seu noivo, Lucas, que tenta apaziguar a situação conturbada pela qual passa a vida de Emile.

Como sua irmã era doadora de órgãos, Emile tem a esperança de enxergar novamente através de um transplante de córneas, que é realizado com sucesso para abrir um novo mundo a Emile. Mas, nem tudo são flores após o procedimento finalizado.

Assim como seus pais, Julia foi morta em um acidente de carro, e isso traz pesadelos constantes para Emile, que se vê cada vez mais perturbada pelo passado de sua família, seja de forma consciente ou inconsciente.

O conto não traz tanta amplitude de cenários ou situações, se embrenhando muito na mente de Emile e o que se passa nela, principalmente após a cirurgia de correção de visão, porém a meu ver perde a oportunidade de contar de forma mais detalhada o plot twist, tirando o mistério que poderia ser mais impactante do que realmente foi.

Menos sobrenatural e mais gore do que o primeiro conto que li do Igor Paiva, R.E.M aborda mais uma vez o mundo dos sonhos e a capacidade de impactar toda uma vida. Vale a leitura, que mais uma vez está disponível no serviço Kindle Unlimited.

                                                   

Avaliação

Enredo7.5
Personagens7
Diagramação10
8.2

Resumo

Depois da morte da irmã, Emile se encontra numa via de mão dupla. Entre a felicidade de poder enxergar o mundo novamente e a perda da única pessoa de sua família que amava. No dia do enterro, Emile descobre que a irmã lhe doou as córneas, uma cirurgia seria feita em poucos dias, mas o que ela não poderia imaginar era que junto de seu novo par de olhos, coisas malignas começariam a perturbá-la.

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!