Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Que tal dar uma chance para The Sinner?

Me interessei em assistir The Sinner já pela premissa bem resumida que li pela internet: “moça mata brutalmente um desconhecido na praia e não se lembra o motivo” . Fiquei curiosa e logo comecei a assistir, e então cada episódio e suas reviravoltas me prendiam mais e mais!

Essa ótima série do Netflix é baseada no livro (que eu não li, mas pretendo) da escritora alemã Petra Hammesfahr, e a história contada é sobre uma mulher aparentemente comum, que tem uma família e uma rotina normal, e que em um belo dia tem um surto momentâneo em uma praia da pacata cidade onde mora, e mata um “estranho” de modo visceral na frente de toda vizinhança. A protagonista é Cora Tanneti, vivida brilhantemente por Jessica Biel (que também é produtora executiva da série). No primeiro episódio somos apresentados também ao seu apaixonado marido Mason Tanneti (Christopher Abbott) e ao detetive Harry Ambrose, com uma atuação impecável de Bill Pullman.

Uma das coisas mais interessantes da série é que de cara sabemos quem cometeu o assassinato, e quanto a isso não há nenhuma dúvida. O questionamento é o real motivo do crime, pois a própria assassina não se recorda de nada, e apesar disso, Cora assume a culpa e não tem intenção alguma de recorrer ao caso, o que intriga o detetive Ambrose, que fica obcecado em descobrir as verdadeiras motivações de Cora para tal ato.

A série constrói – e destrói – várias hipóteses enquanto somos jogados no oceano de memórias vazias de Cora, e essas memórias aos poucos esclarecem fatos, porém confundem também! Nós, Cora e Ambrose somos enganados com as possibilidades graças a um roteiro muito bem pensado e intrigante.

Através de flashbacks do passado, o espectador é levado muitas vezes a defender Cora, mas também a acusá-la. E o mesmo acontece com Harry e Mason, que como todo ser humano (e a série nos mostra muito isso) tem fraquezas e pecados, e ora estamos do lado deles, torcendo por eles, ora estamos contra suas atitudes. Os 3 personagens principais sofrem muito com o maior sentimento abordado na série: culpa. E juntamente com a culpa, vem o sentimento de punição, onde eles não se sentem dignos de viver tal situação em paz e o peso na consciência os faz buscar uma penitência.

Cada cena, cada detalhe e momento da série é de grande importância para o desfecho final, pois pode parecer simples e aleatório, mas no fim (e nos meios) se tornam essenciais para fazermos a conexão de todos os motivos, então não deixe de prestar atenção em tudo!

Em mundo de séries e filmes onde sempre queremos descobrir QUEM matou, dessa vez mergulhamos de cabeça no POR QUE (O cara era mesmo estranho? Foi mesmo um surto? Ela é louca?) em mais um sucesso do Netflix! E com apenas 8 episódios (não foi confirmada outra temporada… e será que precisa mesmo?), dá para maratonar e terminar em pouco tempo. Tá esperando o que?! Vá assistir e deixe nos comentários a sua opinião!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário