Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Parasita | Crítica

Parasita, o surpreendente drama coreano do já conhecido Bong Joon-ho figurou a nossa lista de indicados aos melhores filmes do ano, e segue firme como indicado para as grandes premiações do cinema, como Globo de Ouro e Oscar.

Eu pensei muito antes de escrever essa crítica, então se você pesquisou sobre o filme e veio parar nessa página, eu devo lhe alertar para assistir ao filme sem ler sobre, sem ver os trailers, vá sem nenhuma expectativa. Foi essa experiência que eu, e a maioria dos críticos tiveram ao assistir esse filme em festivais ou cabines, e é essa fórmula da surpresa que torna o filme tão incrível.

Parasita conta a trama de uma família muito pobre, que vive alojada em uma casa que fica literalmente abaixo do nível da rua. Eles se viram como podem para sobreviver e ter dinheiro para se alimentar, e em um momento uma grande oportunidade bate a porta deles e eles aproveitam da melhor maneira possível.

Apesar do drama social, o filme equilibra de maneira espetacular momentos cômicos, momentos de muita tensão, e a direção e o roteiro impecáveis fazem com que o filme tome caminhos inesperados em cada um dos seus atos.

A atuação de todos os atores é incrível e convincente, todos estão perfeitamente encaixados em seus papéis, e se você tem algum tipo de preconceito com cinema asiático, assistir esse filme deve mudar e muito a sua visão sobre o que eles tem para oferecer.

Parasita entrega um filme perfeito em todos os quesitos técnicos, uma trama excelente e uma mensagem universal sobre a desigualdade social. Não atoa, o filme é minha principal aposta nos grandes prêmios de cinema dos próximos meses.

A fotografia é linda e traz significado para o uso das cores escolhidas em cada cena, a direção nos faz ficar sem ar inúmeras vezes, deixando a tensão percorrer as nossas veias, e o desfecho do filme é uma epopéia assinando toda a mensagem que o filme joga na nossa cara o tempo inteiro de maneira crua e realista.

O filme é uma experiência daquelas que vemos poucas vezes nos últimos anos, e a junção do roteiro irretocável com as atuações acima da média fazem desse o meu filme favorito de 2019.

Roteiro
10
Fotografia
10
Atuações
10
Direção
10
Voto do Leitor(a)0 Votes
0
10
Show CommentsClose Comments

Leave a comment