Arquivos

Filmes

Operação Fronteira (Netflix) | Crítica

Depois de muita especulação, adiamentos e até problemas de produção, Operação Fronteira finalmente saiu do papel e se encontra disponível na Netflix para nossa alegria! Com um elenco de peso, Operação Fronteira tem cara de filme de ação do começo dos anos 2000, com aquele toque de filme de assalto que nos deixa com a tensão lá em cima.

O elenco, que conta com Ben Affleck, Oscar Isaac, Charlie Hunnam, Pedro Pascal e Garret Hedlund, dispensa comentários. O enredo conta a história de um grupo de ex soldados, que resolve caçar um traficante que se esconde no meio da tríplice fronteira e ficar com seu dinheiro como recompensa do trabalho. O filme já começa com o personagem de Charlie Hunnam, o Capitão “Iron Head”, numa palestra para militares falando sobre os problemas psicológicos e os traumas pós guerra que esses homens podem ter. Esse discurso, que é elevado ainda mais com a adição do personagem de Ben Affleck em cena, um Ex Capitão que hoje vive como corretor de imóveis e sofre com a separação conjugal. Qual é o preço que esses homens pagaram? Eles receberam o suficiente para arriscar suas vidas pelo país?

Operação Fronteira | Neflix

É nesse discurso que entra o personagem de Oscar Isaac, com uma cena introdutória que lembra o trabalho de José Padilha em Tropa de Elite, o personagem Santiago García trabalha atualmente para uma agência privada que atua em conjunto com as polícias latinas atrás do temido traficante Lorea. Depois de 3 anos rastreando o bilionário, ele resolve juntar velhos conhecidos para uma missão de assalto e assassinato. Cada um deles tem as suas habilidades militares bem exploradas e definidas, e a união do grupo lembra um pouco do que foi visto em Corações de Ferro, do diretor David Ayer. A cumplicidade, as brincadeiras, as brigas e discussões, o filme consegue te mostrar claramente a personalidade de cada um deles e entrega de maneira bem satisfatória a química entre eles, principalmente pela qualidade do elenco.

Operação Fronteira | Netflix

A fotografia do filme é interessante, principalmente por causa das mais variadas paisagens que vemos no decorrer da história, floresta amazônica, os Andes, e até uma praia paradisíaca, tudo muito bonito e bem fotografado. A trilha sonora é muito boa quando conta com músicas de bandas conhecidas do metal, mas peca um pouco na criação da trilha original, que as vezes parece omissa em meio as situações. O filme brilha nas cenas de ação, a cena de assalto a casa de Lorea e uma perseguição de veículos que acontece mais pro fim do filme são bem tensas e bem gravadas, o diretor J.C. Chandor consegue variar os momentos de ação de acordo com o ambiente, e consegue dar aquela tensão de thriller que o filme precisa em certos momentos.

Operação Fronteira é um excelente filme de ação, um ótimo thriller, e conversa bastante sobre assuntos que as vezes são pouco explorados como a questão serviço militar, e até sobre ganância. Se até pouco tempo a Netflix era contestada pelo seu poder em fazer blockbusters, acho que depois de Operação Fronteira algumas pessoas vão mudar de idéia.

Avaliação

Direção 9
Roteiro9
Direção de Arte/Fotografia9
Atuação10
Trilha Sonora8
9

Resumo

Operação Fronteira é um filme americano de ação e suspense de 2019, dirigido por J. C. Chandor, com roteiro de Chandor e Mark Boal, de uma história de Boal. O filme é estrelado por Ben Affleck, Oscar Isaac, Charlie Hunnam, Garrett Hedlund e Pedro Pascal.

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Campeão dos 100M rasos em séries da Netflix. Fã de quadrinhos, principalmente do Superman. Carioca, curte uma cerveja gelada no fim de semana, enquanto prepara seu plano de dominação mundial.