Arquivos

Livros

O Turno da Noite | Resenha

Olá Dinastia! Para finalizar nossa série sobre as obras do André Vianco, falarei sobre a trilogia de livros que leva o título desse texto, e que encerra a história de Sétimo e de seu legado: O Turno da Noite, saga composta por três obras: I Os Filhos de Sétimo, II Revelações e III O Livro de Jó. Os dois primeiros livros foram publicados em 2006 e o ultimo em 2007, pela editora Novo Século. As três obras juntas possuem o total de 948 páginas de puro derramamento de sangue.

A história de O Turno da Noite nos é apresentada através de quatro vampiros, Bruno, Alexandre, Patrícia e Raul, que se uniram para sobreviver nesse novo mundo da noite em que eles foram introduzidos contra suas vontades. Uma noite eles se reuniram em um parque e se deparam com Ignácio, um vampiro antigo e que lhes ofereceu proteção em troca de serviços. Ignácio possuía muitos bens, então não foi difícil para o quarteto aceitar a proposta, já que lhes foi oferecido uma bela quantia em dinheiro e a garantia de sobrevivência. A única exigência do bando é que eles não matariam pessoas de bem, apenas a pessoas que faziam mal para a sociedade.

Também nos é apresentado os filhos de outros vampiros principais da saga, como o Lobo e Inverno (vistos aqui), que também estão perdidos e causam a maior confusão pelo Brasil, além de outros personagens simbólicos que a história gira em torno, como Calíope, uma das vampiras mais antigas do Brasil, e também , que é o protetor dos vampiros.

Esses três livros da saga O Turno da Noite são bem divididos, pois cada um relata um pedaço da história em paralelo com a outra e nos apresenta, com uma bela narrativa, os personagens e sua importância dentro dos acontecimentos que resultam em um final surpreendente e cheio de referências aos livros passados.

Depois de muitas aventuras do quarteto ao exterminar pessoas ruins da face da terra, eles começam a perceber que estão sendo usados por Ignácio. Quando esse ponto chega, a atenção para a existência de vampiros é dobrada de tamanho, sendo necessário chamar um personagem já conhecido, o capitão Brites, para deter esses personagens vampirescos.

Brites só não contava que iria conhecer uma vampira que iria mexer com sua cabeça. Calíope é uma vampira que foi criada na época da escravidão, suas histórias são fascinantes e terrivelmente assustadoras, mas ainda assim ela faz com que os homens fiquem perdidamente encantados com ela, fazendo o jogo virar totalmente ao seu favor.

Após muitas descobertas e com a ajuda dos Anjos, Ignácio foi derrotado permitindo assim a aparição de Jó no desenrolar da história. Ele é um libertador dos vampiros e que possui um poder acima do normal para proteger os seus seguidores do Sol e das forças armadas, criando um Vale para eles viverem sem medo.

A saga termina com os quatro filhos de Sétimo, indo continuar o seu serviço de exterminar as pessoas ruins do Brasil, e eu te pergunto meus caros leitores, qual a cidade nesse país que possui o maior número de bandidos da história?

Devo dizer que estes três livros me deixaram muito feliz por ter dado um final e uma conexão com as outras duas séries, encontrei muitas referências e finais para personagens que tinham ficado sem um desfecho. E devo dizer que no livro II foi onde eu li umas das melhores cenas, que mexe com emoção e terror, e que simplesmente me deixaram fascinadas. André Vianco nos traz todos os sentimentos juntos e misturados, deixando nosso coração na mão.

Então meus caros, leiam a saga completa (compre a sua com desconto aqui) e se encantem com esse mar de informação e de cenas maravilhosas escritas por esse autor. Até a próxima!

Deixe uma Resposta

Giovanna Ferigato
Olá galerinha, eu sou a Giovanna, sou de Bauru, a cidade do sanduba, sou formada em turismo, sou uma escravinha hoteleira, e além de tudo isso sou integrante do Dinastia!