Arquivos

Livros

Não Confie em Ninguém | Resenha

A obra Não Confie em Ninguém é mais um maravilhoso livro do autor Charlie Donlea, publicada pela Faro Editorial no ano de 2018. É uma belíssima obra de investigação criminal que te prende do começo ao fim. Te deixando pistas no caminho e te mostrando que nem tudo é o que parece, fazendo jus ao próprio nome.

A história gira em torno de uma mulher americana chamada Grace Sebold, que foi acusada e condenada, em Santa Lúcia – Caribe, Sugar Beach, pelo assassinato de seu namorado Julian Crist. Mesmo as provas sendo contraditórias nada adiantou para a defesa de Grace. Obrigada a ficar presa em uma penitenciária de outro país, Grace – após dez anos – já tinha perdido as esperanças de voltar para casa, até que uma jornalista investigativa chamada Sidney Ryan ficou comovida com suas cartas e resolveu ajudá-la, através de um documentário, em tempo real, para provar sua inocência.

O livro é dividido em momentos e descobertas, cada capítulo representa uma data de sua narrativa. Contada em terceira pessoa o autor consegue descrever melhor as cenas entre presente e passado revelando os acontecimentos que envolveram Grace a se tornar a suspeita mais favorável para a polícia.

Sidney começa a fazer sua própria investigação a respeito do assassinato, fazendo entrevista com diversas pessoas, para que ela consiga ter um panorama geral e todas as perspectivas relacionadas ao caso. Muitas provas contra Grace são levantadas pelas pessoas, principalmente os detetives de Santa Lúcia. Mas com a ajuda de uma forense americana, chamada Lívia Cutty (que nos é apresentada em outro livro de Donlea – “Deixada Para Trás”), ela consegue colocar em xeque algumas alegações anteriores. Fazendo com que o público de seu documentário televisivo comece a questionar se Grace realmente era culpada a dez anos atrás. 

Várias questões do passado de Grace são levantadas, como por exemplo um acidente de carro que afetou o seu irmão Marshall e o deixou com uma deficiência neurológica progressiva, ao qual sua melhor amiga Ellie Reiser estava no volante. Essa informação causou compaixão nos telespectadores fazendo com que o documentário de Sidney ganhasse uma proporção muito maior, tornando um sucesso da TV aberta. Após mais descobertas de Sidney em relação às provas duvidosas que a polícia tinha apresentado, foi possível refutá-las e libertar Grace da prisão em Santa Lúcia.

“Em um documentário que exibe as falhas do processo, a cineasta questiona se a condenação foi fruto de incompetência policial ou se a jovem foi vítima de uma conspiração. Antes do término das filmagens, o clamor popular leva o caso ser reaberto, mas um novo fato provoca uma reviravolta: Sidney recebe uma carta anônima afirmando que ela está sendo enganada pela assassina”

Mas uma reviravolta acontece quando Sidney recebe uma carta de um detetive aposentado alegando que ela pode ter se iludido e que Grace pode não ser tão inocente como ela imaginava. O que faz com que Sidney tenha que mudar de última hora o final de seu documentário tornando ele surpreendentes para os seus telespectadores. 

Cheio de reviravoltas esse livro reforça a capacidade de Donlea ao escrever sobre investigações policiais e que já nos foram apresentados nos outros livros, Deixada para Trás e A Garota do Lago, mas Não Confie em Ninguém conseguiu superar as minhas expectativas em relação ao meu poder CSI que foi muito falho nesse livro, por isso ele foi tão surpreendente. Para quem gosta de livros investigativos e com finais não óbvios esse é o livro certo para você. Então meu amigo pegue uma xícara de chá e se acomode na poltrona, porque esse livro de Donlea não vai te deixar levantar até você chegar na última página. 

Avaliação

Enredo9.5
Personagens10
Diagramação9
Acabamento9
9.4

Resumo

O melhor livro de Charlie Donlea - até agora. O destino de Grace Sebold toma um rumo inesperado durante uma tranquila viagem com o namorado. O rapaz é assassinado... e ela é condenada pelo crime. Depois de dez anos na prisão, surge a chance de Grace provar sua inocência ao conhecer a cineasta Sidney. Em um documentário que exibe as falhas do processo, a cineasta questiona se a condenação foi fruto de incompetência policial ou se a jovem foi vítima de uma conspiração. Antes do término das filmagens, o clamor popular leva o caso ser reaberto, mas um novo fato provoca uma reviravolta: Sidney recebe uma carta anônima afirmando que ela está sendo enganada pela assassina. A cineasta começa a investigar o passado de Grace e quanto mais se aprofunda na história, mais dúvidas aparecem. No entanto, agora, o que está em jogo não é apenas a repentina fama e carreira, mas sua própria vida.

Deixe uma Resposta

Giovanna Ferigato
Moradora da cidade do sanduíche, Bauru. Apaixonada por Harry Potter e amante de uma boa literatura. Sonho de vida: conhecer todos os cantos desse mundão. Então venha conhecer comigo os milhões de universos que existem na cultura nerd.