Arquivos

Quadrinhos

Meu Flashpoint – Peguei carona com Barry Allen, voltei no tempo

Antes que vocês se assustem, não, eu não mudei nada (ufa! rsrs), mas eu revisitei minha infância tentando descobrir o que despertou meu interesse nos “Gibis” e o que me levou a tornar-me um amante da nona arte.

Não sei ao certo o dia, a edição, a editora… talvez tenham sido as edições de “Fantasma” e “Mandrake”, que eram do meu pai, mas  estavam perdidos e jogados na casa do meu avô. Também lembro dos pacotão da Disney, que comprava em uma banca perto da casa do meu avô. No pacote tinha “Zé Carioca”, “Maga Patalógica”, “Donald”, “Pluto”, “Irmãos Petralha” entre outros. Ahhh… Podiam ser também as HQs do “X-men”, “X-Factor”, “Homem-Aranha” que meu vô levava todo domingo quando ia almoçar em casa.

Lembrando de todas estas situações notei que havia um ponto em comum, o meu flashpoint: Meu Avô. Por mais que eu já me identificasse com todas estas estórias, por trás delas sempre houve alguém pra incentivar a ler, me incentivar a aprender e descobrir novos mundos. Seu Florêncio, que por coincidência também era meu padrinho, tinha um ritual de todos os domingos vir a casa que eu morava e trazer pão, paçoquinha e algumas revistas pra eu ler. Engraçado como isso hoje parece ser tão especial e na época era tão normal e rotineiro.

Lembro de quando ele não tinha muito dinheiro, mas mesmo assim passava na banca e comprava mini revistinhas, ou revistas que não vendiam muito como “Aventuras do trapalhões”, “Seninha”, “Turma do Arrepio”, “Xuxinha”, “Leandro e Leonardo” e até o “série b” da Turma da Mônica como o “Franjinha”, “Bidu” e o “Chico Bento”.

De certa forma, este hábito moldou a pessoa que sou hoje, abriu minha cabeça pra criatividade e me mostrou que sempre há espaço para aprender e descobrir coisas novas.Não sei qual foi meu primeiro “herói favorito”, nem se eu era DCnauta ou Marvete, mas sei que lembrar da figura do meu avô entrando pela porta da sala é o que fez ser o que sou hoje.

Meu nome é Neto Sambora e vou escrever, recomendar, resenhar sobre quadrinhos e um pouco sobre a vida por aqui. Abraços e até a próxima.

Deixe uma Resposta

Neto Sambora
Nerd e Publicitário da cidade do sanduíche. Amo chocolate, hambúrguer, Coca-Cola zero (sim, sou estranho!) e tudo que o Mark Millar escrever. Não me julguem, mas conheci Star Wars com o Ameaça Fantasma e sou fã do Nicholas Cage!