Arquivos

Animes e MangasSéries e TV

Me dê sua força Pegasus! – Os cavaleiros do Zodíaco na Netflix

Sim, eu sei! É muita emoção, e é difícil acreditar, mas teremos uma série de Cavaleiros do Zodíaco na Netflix, sendo feita em CGI e com a supervisão de Massami Kurumada, o criador original do Mangá e da série animada dos anos 80/90.

Não há dúvidas que Saint Seiya é um sucesso mundial, e nas idas e vindas das séries principais, o incompleto Lost Canvas, e o corrido e capado filme A Lenda do Santuário, temos muito medo do que pode vir com essa série em CG no Netflix, medo de mexerem ainda mais com essa obra nostálgica e acabarem fazendo um trabalho ruim. Será mesmo que devemos ter tanto medo? Bem, vamos começar analisando as informações que já temos:

CGI: Bem, temos experiências muito boas e muito ruins com animações em CGI, o Novo Berserk é uma prova do quanto uma animação ruim pode estragar uma estória tão boa. Em contrapartida, temos o filme A Lenda do Santuário que foi feito em CGI e é um trabalho primoroso visualmente, inclusive sendo um dos pontos mais elogiados do conturbado filme.

Yoshiharu Ashino: O diretor de animação que vai trabalhar nessa série é um cara experiente, já trabalhou em episódios recorrentes de Dragonball Z e Final Fantasy, além de ter um vasto trabalho na Disney com Mulan 2, Cinderella 2, 101 Dálmatas 2, Tigrão o Filme e dirigiu o Reboot de Thundercats em 2011.

Eugene Son: O roteirista Eugene Som também é um cara com experiência em séries animadas, responsável por episódios de Ben 10, Ultimate Spiderman, Vingadores Unidos, Tartarugas Ninja (2006 e 2013) e Lanterna Verde – A Série Animada.

Guerra Galáctica: O principal problema do filme A Lenda do Santuário foi ter pulado a Guerra Galáctica, correndo contra o tempo literalmente nas 12 casas do Zodíaco, apresentando mal os cavaleiros de ouro e cortando lutas importantes. A série da Netflix vai em contramão a isso, trazendo o torneio da Guerra Galáctica, introduzindo os personagens no decorrer dos 12 episódios de 30 minutos.

 Knights Of The Zodiac: Tanto no Japão quanto nos Estados Unidos, o anime é conhecido somente como Saint Seiya. Colocar um título desses como marketing já mostra a proposta da Toei e da Netflix de produzir o conteúdo pros mercados Latinos que são os que mais consomem a série. Brasil, México e França são os países onde Cavaleiros do Zodíaco dominam o mercado e tem um forte apelo ao público mais velho.

Se depois de todas essas informações você ainda ficar com receio do que está por vir, fica ligado aqui no site do Dinastia Geek e principalmente nas nossas redes sociais, assim que sair mais novidades ou um trailer nós traremos pra você.

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Campeão dos 100M rasos em séries da Netflix. Fã de quadrinhos, principalmente do Superman. Carioca, curte uma cerveja gelada no fim de semana, enquanto prepara seu plano de dominação mundial.