Arquivos

Música

Lollapalooza 2019: Preparativos e Line-Up!

Nos dias 5, 6 e 7 de abril, a 8ª edição brasileira do festival Lollapalooza, ocorrerá no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Sendo um dos festivais de música mais populares e conhecidos do mundo, o evento reúne diversas atrações para praticamente todos os gostos e sabores, contando desde revelações da música alternativa brasileira até grandes nomes mundiais do indie, rock, EDM e rap.

Mas não só de música vive o festival, ou em palavras talvez mais claras: existem muitas outras coisas para se fazer! O mapa deste ano se manteve praticamente igual ao do ano passado, principalmente na distribuição dos palcos, e devido a grande estrutura disponível, durante os shows é possível aproveitar diversas atrações secundárias, como a tradicional roda gigante, desta vez, patrocinada pela Samsung, logo na entrada do festival. Diversos outros stands de patrocinadores, com atividades recreativas como sorteios de camisas, autoramas, distribuição de brindes, tirolesa, touro mecânico, entre diversas outras, acontecem ao redor do autódromo, representando grandes marcas, como a Adidas, Fusion Energy Drink, Budweiser, Fini, Doritos, Chevrolet Onix, entre outros.

Mapa oficial do Lollapalooza Brasil 2019

Se você não teve tempo de preparar o look para o festival, não tem problema! No Lolla Market você poderá encontrar diversas peças de roupa e acessórios, como camisas das bandas, cangas, bandanas e óculos, para entrar no clima do festival. Vale citar que o valor de tudo que está no Lolla é meio salgado, por isso, controle seus gastos nos primeiros dias, para não passar vontade no final. Outra opção cara, mas muito saborosa, deliciosa, maravilhosa… é o “Chef’s Stage”. Ao contrário das opções de bancas de comida e “foodtrucks” presentes no evento, o “Chef’s Stage” busca apresentar um espaço gastronômico mais sofisticado, com Hamburguers Gourmet e comidas de restaurantes e lancherias mais renomados de São Paulo.

Lolla Market. Lollapalooza 2018. Disponibilizado em: https://www.lollapaloozabr.com/experiencia-2018/

Outro espaço, que na minha visão representa o festival é o Lolla Store, que é o mercadinho oficial do Lollapalooza, onde você encontra brindes, merchs e peças de roupa com a própria marca Lollapalooza, para levar de recordação. Além destes espaços mais “pagos”, é possível aproveitar e tirar algumas fotos bem legais em diversos pontos do festival, onde obras de arte e desenhos são expostos, além de poder relaxar e descansar nas maravilhosas (não só da sensação, mas elas são tão fofinhas mesmo!) áreas de descanso!

E por fim, existe o Lolla Lounge, espaço VIP, recheado de bebida e comida à vontade, e banheiros, pasmem, LIMPOS, que para mim é a única vantagem real de se pagar o dobro do ingresso. Uma vista de longe, mas privilegiada e acesso a parte da frente dos palcos também são alguns benefícios do Lounge, junto de uma “after party” com algumas atrações extras no evento.

Para um melhor proveito do festival, que se você acha que não vai passar por perrengues e frias, vou deixar algumas dicas aqui de como sobrevivi a ultima edição, participando dos três dias. A primeira dica, imprescindível é: carregue sua Lolla Cashless, seja online ou na entrada do evento. A Lolla Cashless é a pulseirinha para acesso do evento, que conta com uma carteira virtual, que pode ser utilizada para pagar qualquer coisa dentro do evento, fazendo assim com que tudo fique mais rápido e prático. Por segundo, acessem este link, do site oficial do Lollapalooza, onde eles informam o que você pode levar e não pode levar para o evento, para evitar imprevistos indesejáveis na entrada.

A respeito dos itens que você pode levar, recomendo que levem uma mochila e se possível uma pochete, para seus documentos, celular e dinheiro. Para carregar diversos, use a mochila, você não pode esquecer do protetor solar, e para se precaver um óculos e boné, pois como o festival se passa na maior parte do tempo, durante o dia, o Sol tende a ser forte, além de que se for de seu gosto, leve alguma comida de reforço, como por exemplo barrinhas de cereal e frutas plastificadas. Como ninguém tem um acordo com São Pedro, vai por mim, leve uma capa de chuva junto, nunca se sabe quando a cidade de São Paulo resolverá descarregar uma chuvarada em cima da galera, por isso não custa nada ter uma capa junto!

Algo que não é muito bem informado é sobre levar água, que ano passado podia entrar apenas com 3 copinhos lacrados de água por pessoa, e água sendo algo básico de sobrevivência, por incrível que pareça custa R$ 6,00 dentro do evento, um absurdo. O festival parece não querer deixar muito claro sobre o que se pode fazer a respeito, porém é recomendado levar uma garrafa “squeeze”, que neste ano existirão alguns pontos de recarga de água ao redor do evento, mas não estou muito a par do assunto.

Agora que você está armado e preparado para enfrentar os imprevistos, o calor e os altos preços do festival, está na hora de decidir o principal, o motivo que te leva para o Lollapalooza Brasil: as atrações musicais!

Line Up oficial da 8ª edição do Lollapalooza Brasil.

Essa é a parte mais particular do festival, devido ao festival ser muito eclético e contar ao todo com 4 palcos que apresentam ao longo de 3 dias, e incríveis 71 artistas e bandas, fica difícil dizer “este artista é melhor”, “esta banda vai ser melhor que a outra”, por isso você tem que conferir os horários, através da grade oficial do line-up do Lolla, e se programar direitinho. A minha parte vai ser a de dar algumas dicas e mostrar o que irei acompanhar durante o final de semana.

Na sexta feira, meus planos serão de sair bem cedo de casa, e chegar na abertura dos portões, para já de cara poder dar uma observada nos stands dos patrocinadores, no Lolla Market e no Lolla Store. Dos primeiros shows do dia dou um destaque especial ao Molho Negro, Scalene e aos DJ’s do Elekfantz, que irei dar uma breve conferida. As 14:50 que o festival estará oficialmente aberto para mim, com a banda americana Portugal, The Man, que apresentará seu rock psicodélico novamente no festival. Em sequência o jovem de 23 anos, Troye Sivan, trará o pop ao Palco Adidas, e já é presença confirmada na minha lista.

Para as 17:00, a banda inglesa de pop rock, The 1975, é a surpresa do dia para mim, pois conheço apenas algumas músicas do grupo, mas muita gente comenta que eles trazem uma grande presença de palco junto de um show incrível. No cair da noite, irei dar uma pausa para recarregar as energias, e se possível pegar um pouco do show do grupo de MPB brasileiro, TRIBALISTAS, que vinham sendo cotados como uma das grandes atrações do festival.

Os dois destaques da noite, serão as 19:25, com Sam Smith, novamente trazendo o pop, além de diversos prêmios e hits marcantes, subirá no Palco Onix, em um show que ao meu ver promete grandes emoções, e que já estou me vendo em lágrimas! As opções para o final da noite são o rapper, Macklemore, o DJ Tiësto e como headliner, a banda indie, Arctic Monkeys. A minha opção será pelos garotos do Arctic Monkeys, que trarão ao palco grandes sucessos como “Do I Wanna Know?”, “R U Mine?” e “Snap Out of It”, além das músicas de seu novo álbum “Tranquility Base Hotel + Cassino”.

Arctic Monkeys ao vivo, em San Diego, no ano de 2018.
Créditos: Raphael Dias/Getty Images

Para o segundo dia, no sábado, que terá o show final mais longo, e em minha visão o line-up mais completo, começarei a acompanhar as atrações as 14:10, com a banda americana de indie, LANY, que apesar de ter apenas 2 álbuns e ser pequena, já tenho um certo afeto com as suas canções. Na sequência resistirei os DJs irmãos brasileiros do Chemichal Surf, como um aquece para um show que quero muito ver as 16:10: Snow Patrol! A banda de rock irlandesa/escocesa, com mais de 20 anos de bagagem, trará ao Palco Budweiser um show modesto e mais curtinho, de 1 hora apenas, mas o suficiente para possivelmente apresentar hits como “Open Your Eyes” e “Chasing Cars”. Das 17:00 às 20:00, passarão pelo festival grandes nomes, como Bring Me The Horizon, Lenny Kravitz (que serão minhas escolhas), além de Jorja Smith, Valentino Khan e o DJ brasileiro, Vintage Culture.

As atrações finais, ficarão por conta de Post Malone, no Palco Onix, rapper e produtor americano, de apenas 23 anos, que já possui número espetaculares em diversos canais de “streaming“. Esse é um dos shows que mais quero ver no festival, pois tem muita chance de ele cantar o sucesso que foi trilha sonora do filme Homem-Aranha: No Aranhaverso, “Sunflower”, além das renomadas “rockstars”, “Congratulations” e “Better Now”. As três opções finais serão a dupla de EDM, ODESZA, o nono melhor DJ do mundo, o americano Steve Aoki, e por fim, o show que irei seguir, como headliners, a banda de rock do Kings of Leon. Um show espetacular de 2 horas, sendo o mais longo do festival, que promete trazer diversos sucessos da carreira da banda, como “Sex on Fire” e “Use Somebody”, além dos novos hits do álbum “WALLS”, como “Waste a Moment”.

Kings of Leon em show ao vivo.

No dia 7, domingão, o último do festival, muitos tem dado como o dia mais fraco nas atrações. Para mim acho muito o contrário, será um dia ótimo, que trará apresentações únicas e épicas para as terras brasileiras! Começarei a tarde ao som do DJ brasileiro KVSH, as 14:00, emendando logo ao final o rapper brasileiro Gabriel, O Pensador. Após isso iremos dar uma volta para dar aquela última aproveitada no evento, e já dizer tchau, para uma sequência incrível no final. As 18:15 acompanharemos a banda de hard rock, Greta Van Fleet, a qual não conheço tanto os hits, mas que pela internet só ouço elogios, e muitas comparações com o som da lendária Led Zeppelin.

Para começar o fim de noite, em grande estilo, o duo americano de electropop, Twenty One Pilots, entrará no palco para não apenas um show, mas sim um espetáculo! Não resisti e dei uma espiada rápida do que eles aprontaram no Chile, e só digo uma coisa: se preparem, que a jiripoca vai piar no Palco Onix! Eles vão botar pra detonar, prometendo uma apresentação muito pra cima e com grande presença, apresentando hits históricos como “Ride” e “Stressed Out”, além dos novos sucessos do álbum “Trench”, como “Jumpsuit” e “Nico and The Niners”. Para o encerramento oficial do festival foram escolhidos os DJs Dimitri Vegas & Like Mike na pista eletrônica do Palco Perry’s by Doritos, o grupo de electropop Years & Years, no Palco Adidas, prometendo uma participação especial, e o grande headliner do festival, que fechará com chave de ouro: o grande, o premiado, a nova lenda do rap americano, Kendrick Lamar.

Kendrick Lamar em performance ao vivo.

Ganhador do prêmio de melhor performance rap do ano de 2018, Kendrick promete muito, trazendo diversos sucessos históricos como “Alright”, “M.A.A.D City” e “King Kunta”. O rapper também terá muito foco nos grandes hits de seu álbum “DAMN.”, como “HUMBLE.” e “LOYALTY” (um hit em parceria com a cantora americana Rihanna), além de trazer músicas da sua produção para o álbum do premiado filme Pantera Negra, onde possivelmente fará o ato final ao som de “All The Stars”, música indicada ao Oscar, como tema do filme Pantera Negra.               

E aí pessoal, ansiosos como eu para o festival? Comenta aí o que você acha que vai rolar de bom esse ano, e que bandas você irá curtir! Valeu!

Deixe uma Resposta

Glédson Barro
A música move minha vida, especialmente Taylor Swift! O MCU me fez ir para o cinema e gastar meus trocos, e meu sonho é poder ir todo final de semana para o McLaren's Pub com meus amigos, assim como em HIMYM.