Arquivos

Quadrinhos

Resenha | Lendas do Universo DC. Mulher-Maravilha (Volume 1)

A editora Panini lançou em 2017, Lendas do Universo DC protagonizado pela Mulher-Maravilha. A coleção trará os quadrinhos escritos por George Pérez e tem 3 álbuns (outros podem ser confirmados durante o ano).

Pérez, ao lado dos roteiristas Len Wein e Greg Potter, foi quem tratou de “ressuscitar” a Princesa das Amazonas depois que o Universo DC foi reestruturado em “Crise nas Infinitas Terras“. A nova abordagem aproximou Diana de suas raízes mitológicas e se tornou um sucesso em pouco tempo, e Pérez, que deveria ficar só 6 meses como responsável da publicação, acabou ficando 5 anos!

Sinopse: Em 1987, a Crise das Infinitas Terras havia revolucionado o Universo DC. Sem saber muito bem como apresentar sua maior heroína a uma nova geração de leitores, a Editora da Lendas passou a relutantemente considerar a ideia do roteirista Greg Potter de aproximar a personagem de elementos da mitologia grega. No entanto, somente quando o respeitado e megapopular George Pérez adotou o projeto foi que a editora acabou dando seu aval para o que veio a se provar, logo nas primeiras edições, um clássico instantâneo dos comics! Lendas do Universo DC: Mulher-Maravilha coloca de volta ao alcance do leitor brasileiro a fase mais significativa de toda a carreira da Princesa Amazona!

Este primeiro álbum traz as histórias originais do volume 1 ao 7, e busca reapresentar a história original da personagem.

No primeiro volume, A princesa e o Poder, somos apresentados ao motivo da criação de uma nova raça,  as Amazonas, os planos de Ares para destruição destas, a traição de Héracles, a mudança para Themyscira e finalmente o nascimento de Diana.

Em Fogo no Céu,  Coronel Trevor é enviado pelo General Kohler a uma missão secreta,  porém as coordenadas não levam a lugar nenhum. Ou era o que o parecia,  a missão é, na verdade, mais um plano de Ares para destruir as Amazonas e Diana precisa salvar suas irmãs e a ilha do pássaro de metal que surge no céu.

No terceiro volume,  Chegada Fatal, Diana é levada por Hermes ao continente, onde precisa encontrar sua mentora. Porém ao chegar em seu lar temporário a Amazona é atacada por um dos aliados de Ares. Enquanto isso Coronel Trevor precisa fugir do hospital militar e provar sua inocência das acusações de assassinato.

Em O mais Longo e Tempestuoso dos Dias, volume quatro, a Princesa de Themyscira está em busca do monstro que lhe atacou, Trevor continua em busca de provas que justifiquem as ações do General Kohler. Em Boston Diana e Ruína travam uma intensa batalha transmitida em rede nacional.

No quinto volume, Ares Ataca, Diana e Trevor voltam a se encontrar e juntos precisam descobrir o plano de Ares. A princesa e seus novos companheiros seguem para o confronto com os filhos do Deus da Guerra.

Em Jogo de Poder, volume seis, Diana está na base militar invadida pelos seguidores de Ares, onde recebe uma mensagem do Deus. A princesa e seus companheiros precisam deter seu o gruel guerreiro e Trevor precisa lutar novamente por sua vida. Subitamente Diana é transportada para outra dimensão e finalmente está diante de Ares para completar, ou não, sua missão.

Afim de não divulgar qualquer tipo de spoiler decidi não escrever sobre o sétimo volume.

Os quadrinhos de Pérez são fascinantes,  principalmente para aqueles que como eu são apaixonados por Mitologia Grega e Mulher-Maravilha, o artista trabalha com imagens profundamente detalhadas e colorização com rica variação de tons.

Minha única ressalva é sobre o material do encadernado, acredito que por ser ter 180 páginas seria necessário um material mais grosso para a capa, retirei do plástico e coloquei em outro pois fiquei com medo de rasgar/amassar.

A editora Panini lançou em 2017, Lendas do Universo DC protagonizado pela Mulher-Maravilha. A coleção trará os quadrinhos escritos por George Pérez e tem 3 álbuns (outros podem ser confirmados durante o ano). Pérez, ao lado dos roteiristas Len Wein e Greg Potter, foi quem tratou de “ressuscitar” a Princesa das Amazonas depois que o Universo DC foi reestruturado em “Crise nas Infinitas Terras“. A nova abordagem aproximou Diana de suas raízes mitológicas e se tornou um sucesso em pouco tempo, e Pérez, que deveria ficar só 6 meses como responsável da publicação, acabou ficando 5 anos! Sinopse: Em 1987, a Crise das Infinitas Terras havia revolucionado o Universo DC. Sem saber…

Lendas do Universo DC. Mulher-Maravilha (Volume 1)

Arte
Composição
Diagramação
Enredo
Personagens
Acabamento

ESPADAS

Deixe uma Resposta

Bia Lourenço
Bia Lourenço, paulistana, formada em Design Digital e Pós-Graduada em Eventos. Apaixonada por Harry Potter, Mulher-Maravilha, Batman, Sakura Cardcaptors, Turma da Mônica e Star Wars. Autora no blog www.biialou.com