Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Jóias Brutas (Netflix) | Crítica

Mais um filme do Adam Sandler. Lá vem ele de novo? Não, calma! Dê uma chance a Jóias Brutas e se depare com uma atuação nunca antes vista do ator reconhecido pelos filmes pastelão.

Jóias Brutas conta a história de Howard (Adam Sandler), um joalheiro de Nova York que trabalha com peças de valores inestimável negociando anéis, relógios e demais jóias com a nata da sociedade que o procura. Howard é um pai de família e usa de diversas negociações paralelas para manter uma boa vida.

Jóias Brutas

Dentre essas negociações, Howie se mete em muitas enrascadas se metendo em dívidas com gente perigosa, ou negociando peças que nem mesmo são suas. Para isso, ele usa o seu discurso de negociação e o alto cacife que dispõe para investimento, afim de convencer os ricaços a fechar grandes negócios. Dentre esses negócios, o de maior significância para o rumo de seus negócios e a quitação de dívidas, se dá com o famoso jogador de basquete conhecido internacionalmente pelo Boston Celtics, Kevin Garnett.

A partir desse momento, a vida de Howard também se vira para o mundo das apostas e só mais trambiques surgem ao seu redor, sendo necessário um jeitinho aqui para pagar uma dívida ali. No meio disso tudo, Howie lida com a vida em família. Sua esposa Dinah (Idina Menzel) mantém o relacionamento de forma casual mais por conta dos dois filhos do que por uma paixão de casal, afinal a relação de Howard com o trabalho acaba afastando a mulher cada vez mais.

Jóias Brutas

Também paralelo a isso (que cara que gosta de uma vida paralela, não?), Howard mantém um relacionamento extraconjugal num apartamento que aluga escondido de sua família. Lá ele convive com Julia (Julia Fox), que apóia o joalheiro em meio as negociações que a vida lhe traz.

Durante todo o filme, a atuação de maior destaque é sem sombra de dúvidas de Adam Sandler. Não a toa, o nome do ator foi cotado e aclamado pela crítica para disputar os principais prêmios do cinema internacional. Infelizmente, Jóias Brutas ficou de fora de qualquer indicação no Oscar, mas a significância da atuação de Adam nesse filme merece total louvor. Em uma atuação nunca antes vista na carreira, o ator se dedica do início ao fim do longa, para entregar um personagem de carga dramática muito intensa e com uma história que surpreende até o último minuto do filme.

Quanto ao desenvolvimento do filme, há uma mescla muito bem trabalhada de gêneros. Classificado como um filme policial, o longa tem tons de comédia, drama, suspense e ação. Tudo na medida certa para garantir que as 2h15m de filme passem voando, e você se sinta imerso nas trambicagens de Howard em busca de sanar suas dívidas com gente poderosa.

Jóias Brutas

Com relação a aspectos técnicos, o filme atende o propósito mas não encanta em nenhuma questão, seja fotografia ou trilha sonora. A parte que precisava ser bem trabalhada como as atuações e o roteiro, atendem a proposta do longa por mais que alguns ficassem extremamente insatisfeitos com o final do filme, o que não me incomodou de forma alguma.

Fui assistir ao filme com zero conhecimento da trama. Apenas sabia que tinha Adam Sandler de forma surpreendente, e isso de fato foi entregue. Depois de Jóias Brutas nunca mais vou criticar o trabalho do ator, que conseguiu provar que é capaz de atuar naquilo que lhe for proposto da melhor forma possível.

O longa está disponível na Netflix.

Roteiro
9.5
Fotografia
8
Trilha Sonora
8
Direção
9.5
Voto do Leitor(a)0 Votes
0
8.8
Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário