Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Hunters: Caçando nazistas nos Estados Unidos?| Review

Um grupo de judeus que vive nos Estados Unidos nos anos 70 descobre que existem nazistas vivendo sobre o solo americano e resolvem abater a sua tradicional dívida histórica da melhor maneira possível: caçando e eliminando nazistas!


Se a premissa de caçar nazistas não for o suficiente para você se interessar por Hunters (Eu sei, vivemos tempos sombrios), coloque na equação a produção de Jordan Peele, um dos homens mais geniais do cinema e da TV dos últimos anos, e Al Pacino como um dos principais personagens.

A trama da série começa a partir de Jonah Heidelbaum (Logan Lerman), um jovem órfão que vive com a sua avó, até que ela é assassinada por um estranho vestido de preto, a partir daí temos a ligação de Jonah com os caçadores. Graças a Meyer Offerman (Al Pacino), um velho amigo de sua avó, Jonah se envolve cada vez mais fundo na caçada aos nazistas, em busca de vingança por sua avó.

Hunters Amazon Prime Video

Jonah é um nerd, trabalha numa loja de quadrinhos, utiliza referências a Marvel e DC em quase todos os diálogos, e é super inteligente, tendo facilidade em decifrar enigmas e códigos. É surpreendente a evolução de Logan Lerman de seus papéis anteriores para esse trabalho, o odiado Percy Jackson se tornou um grande ator.

Falando ainda das atuações, se Logan surpreendeu e Al Pacino dispensa qualquer comentário, todo o elenco é incrivelmente nivelado, e mesmo nas situações mais absurdas e caricatas que a série propõe, todo mundo entrega bem os seus papéis.
A temporada terminou, e eu continuo odiando os personagens de Dylan Baker e Greg Austin, dois nazistas desgraçados que fazem você se questionar se podem haver pessoas tão malignas no mundo.

Do lado dos caçadores, temos Josh Radnor, nosso querido Teddy Mosby, fazendo um ator canastrão que rouba a cena muitas vezes pelo nonsense, e Louis Ozawa, conhecido pelos seus inúmeros papéis na TV e no cinema.

Por se tratar de uma produção de época, Hunters tem o cuidado de utilizar um estilo de fotografia que remete aos filmes dos anos 70, numa mistura de homenagem a Martin Scorsese com a caricatura de Quentin Tarantino. É legal como a direção se aproveita da mente imaginativa de Jonah para criar essas situações absurdas, como a apresentação dos caçadores ao som de Surf Music enquanto temos um hud colorido na tela contando seus perfis e “habilidades especiais”.

A trilha sonora é outra parte extremamente importante da série, temos sempre uma música da época tocando no fundo. Criando um contexto para aquela situação, ou servindo de tema para os personagens, ajudando a criar uma identidade para cada um deles a partir de suas trilhas.

Tecnicamente, Hunters é muito boa e entrega mais do que o esperado. Entretanto, a falta de sutileza ao lidar com temas polêmicos como o holocausto pode acabar incomodando alguns espectadores.

É interessante ver como a Amazon se movimenta para criar conteúdo original de qualidade, e mesmo que a quantidade não seja tão grande quanto a sua maior concorrente, temos visto que a qualidade tenta se manter acima da média.

Roteiro
9
Fotografia
9.5
Edição
9
Trilha Sonora
10
Figurino
10
Direção
10
Direção de Arte
9
Voto do Leitor(a)1 Vote
10
9.5
Show CommentsClose Comments

Leave a comment