Arquivos

Eventos e LugaresNão categorizado

Geek Pocket RJ – 2017

Realizado no dia 19 de agosto no bairro do Flamengo no Rio de Janeiro, o Geek Pocket RJ foi um evento Geek (como diz o nome) realizado em parceria com a Universidade Univeritas. Nós da Dinastia fomos convidados para cobrir o evento como imprensa e eu designado a fazer esse “trabalho árduo” de acompanhar essa feira cheia de games, cosplayers e um Artist’s Alley cheio de surpresas agradáveis!

Chegamos no evento por volta de 13h, o local era super de fácil acesso, bem próximo do metrô Flamengo. Era notável um tom amador na organização das filas, separação de quem era imprensa e quem ainda ia comprar ingressos, mas não foi nada crítico. Depois de adquirir a nossa pulseira de acesso finalmente adentramos o evento e fomos acompanhar cada espaço do local.

Haviam umas tendas vendendo diversas coisas, umas com roupas e acessórios para Geeks e Otakus, outra com uma grande variedade de alimentos importados, principalmente do oriente! Os preços estavam aceitáveis por ser dentro de um evento e pela localização em zona nobre do RJ. Acabando de comprar minhas guloseimas orientais eu resolvi dar um passeio pelo Artist’s Alley do evento.

Minha maior surpresa foi ver como eles selecionaram de maneira diversificada os artistas que estavam lá em sua bancada. Desde ilustradores simples que estavam talvez divulgando seu trabalho pela primeira vez, outros com um nicho bem específico pra caricaturas e afins, haviam também pessoas com obras completas em quadrinhos e mangás, algumas já com diversos volumes em catálogo. Trabalhos como o do Jet Fidelis com GunSpirit e Rogue Sword, Eberton Ferreira com seu herói Brasileiro Xamã e seu outro trabalho chamado Causos, Nilton Simas e o Mangá LunchTime, e o Fábio Hasman com JungleKamen, fazem você ficar boquiaberto como temos material de muita qualidade e que deveria ser mais valorizado.

Depois de uma boa conversa com os artistas, resolvi parar pra comer algo melhor do que doces japoneses. Fui ver as opções de comidas e infelizmente foi a parte que menos gostei no evento. Haviam somente 3 opções: Uma barraquinha de cachorro quente, uma barraca de hambúrguer artesanal, e uma carrocinha de pipoca! Pro marketing feito em cima do evento e pra quantidade de pessoas que compareceram, eu esperava um pouco mais. Para completar o atendente do hambúrguer estava bem enrolado, tive que lembrá-lo que eu ainda iria pagar pelo lanche, senão os caras iriam ter um prejuízo bobo por conta de falta de atenção.

Alimentado, fui curtir a melhor parte de todos os eventos Geeks, os Cosplayers! Tinha Cosplay de tudo quanto é tipo, desde os cospobres, até caras que disputariam uma vaga numa CCXP ou em outro campeonato grande.

Por incrível que pareça não estava lotado de Arlequinas e Coringas, ou com 30 Homens Aranha. Por mais que a quantidade não fosse tão grande, a variedade me surpreendeu, principalmente com Cosplays de mangás e animes que eu não reconheci. Na nossa Fã page do Facebook tem uma galeria com os Cosplayers (acesse aqui) que consegui registrar.

Havia um espaço K-Pop no evento, mas o pessoal não estava muito animado a dançar. Diferente da arena de games, que estava constantemente disputada pela galera da feira e o Just Dance sempre com fila para ser jogado.

O grande chamariz do evento foi a apresentação de palestras com 2 Youtubers de Minecraft, Spok e BaixaMemoria. Notavelmente as palestras e o Meet & Greet foram povoados por crianças até 12 anos. Acredito até que por todo esse marketing em cima da criançada, o evento acabou não focando tanto em outros pontos que poderiam ser interessantes.

O evento tem um grande potencial, seja pela sua localização de fácil acesso, seu bom espaço e até por ter um nome fácil de lembrar. Esperamos que ano que vem o Geek Pocket RJ seja um evento ainda melhor.

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Campeão dos 100M rasos em séries da Netflix. Fã de quadrinhos, principalmente do Superman. Carioca, curte uma cerveja gelada no fim de semana, enquanto prepara seu plano de dominação mundial.