Arquivos

Dinastia EntrevistaQuadrinhos

Dinastia Entrevista | Raphael Mortari

Olá Dinastia!
No post de hoje vamos, continuar trazendo, para nossos seguidores, uma conversa com ilustradores e quadrinistas que dão vida a personagens e histórias sensacionais.

Hoje vamos conhecer mais sobre o trabalho do Rapahel Mortari, ilustrador de Bauru, a cidade sem limites (é sério, esse é o slogan da cidade!).

Antes de mais nada, por favor, conte um pouco sobre você, de onde veio, quando se descobriu ou decidiu que seria ilustrador(a)? Como foi?

Sou natural de São Paulo, mas minha família veio pra Bauru em 1987. Desde cedo eu sempre tive pré disposição para a ilustração, que eu reconheci por muito tempo como hobby. Comecei a trabalhar com uns 16 anos (eu acho), em qualquer coisa que desse um pouco de grana, afinal éramos “quebrados” financeiramente e todos tinham que trabalhar. Fui de office boy a faxineiro de cinema porno (é serio!). Somente em 2010, eu com 30 anos, ingressei na faculdade de Design gráfico. Isso abriu muitas portas e de forma muito rápida. Foi nesse momento que percebi que o hobby estava tornando-se trabalho. E virou!

Você fez algum curso/faculdade para se tornar ilustrador(a)?

Minha formação é em Design Gráfico, mas normalmente faço cursos específicos dentro do segmento de ilustração.

Quando e como você encontrou o seu estilo como artista?

Não sei ao certo, rsrsrs… Acho que o estilo foi surgindo sem que eu percebesse e acabei notando só depois. É natural sofrermos influencia de outros artistas e com o passar do tempo montamos uma bagagem de referencias e métodos. Acho que a mistura de tudo isso acaba sendo refletida em experimentos que depois se transforma em uma característica individual.

E como é o processo criativo?

No caso de um job eu tento alinhar um estilo que mais se adeque para o trabalho, partindo de uma pesquisa e alguns estudos. Para uma fanart por exemplo, gosto de colocar meu estilo ao máximo, mesmo que isso soe muito diferente ou distorcido.

Algum profissional – ilustrador(a), artista plástico, desenhista, designer, enfim… – serviu ou serve como inspiração?

Poxa, são muitos no mapa de influenciadores. Acho que os que artistas onde tive um impacto direto, são: Greg Capullo, Sam Kieth, Gustavo Duarte e Weberson Santiago.

Você tem um trabalho favorito? Se sim, qual é ele?

Não tenho um trabalho predileto. Mas tenho SIM aqueles que mais gosto, ou por ter uma historia por trás, ou por ter marcado um período etc. Mas é fato também que os mais recentes costumam ficar com um “selo de queridinho” por um tempo, e acredito que Um pistoleiro chamado Papaco é um deles (rsrs).

Na sua opinião, qual a maior dificuldade para quem trabalha com ilustração no Brasil?

A profissão ainda não é regularizada e isso abre uma brecha na valorização do trabalho, sem mencionar leis que assegurem o profissional ilustrador. Existem alguns blogs, canais e documentos que norteiam o ilustrador, auxiliando no processo todo, dando dicas sobre contratos e orçamentos (valor/hora). Apesar de não ser oficializado, isso ajuda muito.

Já tem algum projeto encaminhado para 2019? Pode falar sobre ele?

Sim, é um livro ilustrado de terror chamado “O dia do enterro“. É um conto que escrevi há alguns anos e resolvi coloca-lo em um formato meio experimental, que mistura um pouco de linguagem literária e quadrinhos. O projeto conta a historia de Klaus, um jovem que fica recluso dentro da sua casa devido ao inicio da terceira guerra mundial. Apesar de não saber exatamente o que esta acontecendo do lado de fora da casa, ele tem que enfrentar acontecimentos improváveis do lado de dentro, revivendo alguns fantasmas do passado, além de ter que suportar a presença do seu Pai.

Qual a visão de futuro para o seu trabalho?

Quero focar no mercado internacional e nas oportunidades relacionadas. Seguir estudando e aprimoramentos técnicas, e tocando os projetos pessoais.


O Dinastia agradece imensamente a participação do Raphael no nosso projeto. Você pode acompanhar seus trabalhos em sua conta no Instagram e Facebook.


Gostou do projeto e quer participar? Basta preencher nosso formulário: www.dinastiageek.com.br/ilustradores.

Deixe uma Resposta

Bia Lourenço
Bia Lourenço, paulistana, formada em Design Digital e Pós-Graduada em Eventos. Apaixonada por Harry Potter, Mulher-Maravilha, Batman, Sakura Cardcaptors, Turma da Mônica e Star Wars. Autora no blog www.biialou.com