Arquivos

Filmes

Crítica | Nada a Esconder (Le Jeu) – Comédia Netflix

O que você faz quando, ninguém te vê fazendo? Ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver? Eu sei, você leu cantando e com sorriso no rosto. Exatamente foi essa a minha reação ao assistir Nada a Esconder, esta boa comédia francesa da Netflix. Leve e despretensiosa ela brinca com os nossos segredos e como nos escondemos do cotidiano, nas redes sociais.

Quer saber a verdade? Ninguém nos conhece tão bem como nosso celular. Cada foto do Instagram pode ter significados diferentes pra quem posta ou pra quem vê. A superficialidade de uma linda refeição pode esconder um gosto horrível, um treino “pago” na academia pode encobrir uma panela de brigadeiro ou um X-tudo podrão, no capricho.

Isso nem entrar no assunto mais complicado: nossas mensagens. Os que as pessoas pensariam se vissem as suas 10 últimas fotos recebidas, ou lessem suas mensagens, fora de contexto. Ou, em uma rápida passagem pela sua lista de contatos, encontrassem pessoas dos mais diversos tipos. É a verdadeira Caixa de Pandora.

nada-a-esconder-netflix-geek

Partindo dessa premissa, conhecemos um grupo de amigos, 3 casais e um solteirão, sempre em busca da sua cara metade. Todos se conhecem, ou acham que sim, desde a infância, tendo um vínculo emocional e uma intimidade muito grande.

Aos poucos, entendemos que dois dos casais estão enfrentando alguns problemas conjugais e vamos nos aprofundando em alguns dos personagens, que parecem muito interessantes, como Vincent (Stéphane De Groodt), Marie (Bérénice Bejo) e Ben (Grégory Gadebois), que nos surpreender com decisões inesperados e outros tão previsíveis como Thomas (Vincent Elbaz), nem tudo são flores.

Em meio de indiretas e faíscas, surge uma proposta. Todos os celulares a mesa, mensagens lidas em voz alta, ligações atendidas no viva-voz. Nada a se preocupar, não mesmo? Errado. É  aí que começa a diversão e verdades e mal-entendidos se misturam e quando você menos espera uma virada acontece.

Boas risadas, alguns tabus quebrados e alguns dramas, motivados pela nossa imersão em redes sociais são expostos, mas tudo é equilibrado, no que se propõe a história. Não espere um filme, pop, muito menos cult, Nada a Esconder tem uma história simples e talvez o fim incomode algumas pessoas.

nada-a-esconder-netflix

Queria só dar um destaque pra atuação, Vincent Elbaz, ator que brilha em Eu não sou um homem fácil, outra comédia francesa disponível no catálogo da Netflix, é exemplo que o cinema francês tem bons atores, e mesmo com seu texto expositivo, entrega tudo que o diretor Fred Cavayé propôs.

Enfim, Nada a esconder é um filme recomendado pra assistir em um sábado a noite, um feriado prolongado ou sempre que você queira fugir de textões no Facebook. Pode assistir sem medo, não é um gemidão.

Avaliação

Roteiro7
Atuação7.5
Fotografia8.5
Direção7.5
Montagem7.5
7.6

Resumo

Durante um jantar, casais de amigos decidem brincar de um jogo: todos devem colocar seu celular no meio da mesa e cada SMS, telefone, correio, mensagem de Facebook, etc. devem ser compartilhados com os outros. Não demorará muito para que este "jogo" se torne um pesadelo.

Deixe uma Resposta

Neto Sambora
Nerd e Publicitário da cidade do sanduíche. Amo chocolate, hambúrguer, Coca-Cola zero (sim, sou estranho!) e tudo que o Mark Millar escrever. Não me julguem, mas conheci Star Wars com o Ameaça Fantasma e sou fã do Nicholas Cage!