Arquivos

Filmes

Crítica | Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald

Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald

Depois de muita espera, finalmente temos a continuação da saga de Newt Scamander pelo universo mágico de Harry Potter. Se o marketing do filme anterior era o retorno ao mundo mágico criado por J.K Rowling, em Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald a publicidade prometia ligar o longa a fatos conhecidos da Saga Harry Potter, e conseguiu.

Falando do enredo, resguardando vocês dos spoilers é claro, esse filme acontece em Paris, após um encontro entre Newt e Dumbledore, o jovem criador segue pela França atrás de Credence, que sobreviveu ao ataque em Nova York. Os acasos do destino uniram Newt, Lina e Jacob novamente, e vemos um novo passo de Grindelwald, arquitetando seus planos contra a sociedade não mágica. 

Johnny Depp finalmente faz um papel diferente das suas costumeiras e trejeitadas atuações. Grindelwald convence pelo discurso, não de divisão, mas de auto proteção, de compaixão entre os bruxos, e convence até mesmo aqueles que menos esperamos. Seu contra-ponto, Dumbledore, também brilha na atuação de Jude Law, e mostra que mesmo quando ainda era um simples professor de Defesa contra as Artes das Trevas, seu discurso cativa e os estudantes o respeitam fielmente.

O já conhecido Newt mantém o alto nível de atuação do filme anterior, e mostra que Eddie Redmayne foi a melhor escolha para representar o protagonista. Os coadjuvantes que retornam também acertam, principalmente vendo novas camadas de atuação sendo usadas, como Jacob sendo além de alívio cômico, tendo momentos emotivos e dramáticos.

Os efeitos especiais do filme estão excelentes, e os novos animais fantásticos são inspirações orientais de mitos e lendas, prato cheio para quem reconhecer. A trilha sonora é empolgante e brilha nos momentos mais emocionantes. A fotografia e a direção mantém os toques de David Yates, diretor já conhecido da franquia, e que consegue transpor como ninguém a magia dos livros de Harry Potter.

Uma pena porém, que o filme acabe gerando mais perguntas do que respostas, mas vindo de uma saga de 5 filmes, sendo esse apenas o segundo, é compreensível manter os segredos e deixar o gostinho de quero mais. Quem começou a saga no filme anterior, terá que buscar referências nos filmes de Harry Potter, muita coisa acaba ficando solta para quem não é fã, fazendo parecer que o filme tenha informações demais em pouco tempo, mas nada que uma maratona dos filmes anteriores, ou de preferência dos livros, não resolva.

Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald é um episódio perfeito da nova pentalogia do mundo mágico, e serve para aquecer os corações Potterheads. Mal posso esperar para 2020.

Avaliação

Direção10
Roteiro9
Direção de Arte/Fotografia10
Efeitos Especiais10
Trilha Sonora10
9.8

Resumo

Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald, é um episódio perfeito da nova pentalogia do mundo mágico, e serve para aquecer os corações Potterheads.

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Campeão dos 100M rasos em séries da Netflix. Fã de quadrinhos, principalmente do Superman. Carioca, curte uma cerveja gelada no fim de semana, enquanto prepara seu plano de dominação mundial.