Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

A Devolvida | Resenha

Este livro da Faro foge um pouco da temática do site, porém parecia muito interessante, então resolvemos arriscar…

O livro da autora italiana Donatella Di Pietrantonio nos conta a história de uma garota de 13 anos que vive uma vida abastada, com pais amorosos e dedicados. Mas tudo isso muda quando a garota descobre que na verdade é adotada, e será devolvida para sua família biológica.

O choque acontece quando a jovem percebe que sua família verdadeira vive uma realidade completamente diferente da sua. Desprovidos de dinheiro e em um lar claramente carente de amor, a garota logo percebe que está em um ambiente com país ausentes e lotados de irmãos.

Um fato interessante é que em momento algum o nome de nossa protagonista é revelado, (e confesso que só percebi isso quando comecei a escrever essa resenha – acho que estava absorvida na história). A garota acaba desenvolvendo uma relação forte e fraternal com seus irmãos mais novos – Adriana e Vincenzo (um bebê que passa mais tempo em seus cuidados do que da própria mãe). Também existe o relacionamento mais amoroso com o irmão mais velho, o que me incomodou bastante durante a leitura, porque pra mim tá errado (HAHAHA).

 No entanto, nas minhas horas de tristeza, sentia-me abandonada, como se eu não estivesse em seus pensamentos. E nessas horas eu sentia que não tinha mais razão para existir no mundo. Repetia devagar a palavra “mãe” umas cem vezes, até perder todo o sentido e se tornar apenas um movimento dos meus lábios.

O livro, narrado em primeira pessoa, nos apresenta a história dessa garota que apenas quer entender porque foi abandonada, enquanto tenta se adaptar a sua nova realidade e lidar com essa sentimento de não pertencimento dessa nova família.

A escrita de Donatella é bem envolvente e fluída, porém gostaria que o livro fosse um pouco mais extenso para podermos saber mais sobre a vida adulta da protagonista. A Devolvida é um livro intenso que incentiva o leitor a refletir e repensar relações familiares, além de mostrar o crescimento e responsabilidade precoce das crianças naquela época.

A diagramação da Faro como sempre é um primor. Para A Devolvida, a editora apostou em verniz localizado na capa e contra-capas com padrões de pontinhos (uma gracinha). A fonte tem um bom tamanho que facilita a leitura. 

Gostou da resenha? Pretende ler o livro? Conta pra gente nos comentários!
Você pode adquirir sua cópia neste link.

Diagramação
10
Personagens
9
Enredo
8.5
Voto do Leitor(a)0 Votes
0
9.2
Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário