Arquivos

Animes e MangasCultura Oriental

6 shoujos pra você ficar feliz

Tem muito shoujo por aí que deixa a gente triste, com aquela história dramática e que só estraga o nosso dia – eu fico deprê que nem a Briget Jones comendo sorvete.

Claro que os shoujos dramáticos tem um espaço no meu e no seu coração – aliás tem uma postagem AQUI com os 6 melhores animes deprê – mas às vezes a gente quer assistir um anime que nos faça acreditar no amor puro e fofo, com aquele final feliz! Então vamos lá para nossa lista de shoujos românticos, beeeem clichê e que aquece nossos corações!

OBS: A lista não está em ordem de melhor pra pior. Estão todos no mesmo nível.

 1 – Sailor Moon Crystal

É claro que esse anime lindo tem que estar nessa lista. A opening é uma das minhas favoritas, Moon Pride! <3

Você já deve conhecer Sailor Moon lá da época da sua infância e se não conhece O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO DA SUA VIDA? O mangá escrito por Naoko Takeuchi ganhou sua primeira adaptação pra anime em 1992 até 1997.

Conta a história da Usagi Tsukino, uma garota chorona e comilona, que ganha poderes para se transformar numa guerreira da lua, Sailor Moon, e lutar ao lado de outras sailors em busca do Cristal de Prata e da Princesa Serenity.

Não vou ficar falando muito sobre a história, pois vocês já devem conhecer e quem não conhece VAI ASSISTIR PORQUE SIM!

O anime é repleto de clichêzinhos e fofura. Tudo é superado com amor puro e trabalho em equipe! Quer coisa mais fofa que isso?

 2 – Watashi ga Motete Dousunda (Kiss him not me)

Kae Serinuma é uma estudante gordinha do ensino médio super bem resolvida. Ela é uma fujoshi louca viciada em mangás e animes, e shippa seus colegas de classe secretamente. Um dia seu personagem favorito de um anime morre e ela entra em colapso, emagrecendo absurdamente rápido em 1 semana. Assim que ela emagrece ela chama bem mais atenção dos seus colegas de classe e eles começam a gostar dela, disputando sua atenção.

O anime é a adaptação do mangá e foi lançado em 2016 com 12 episódios. É um anime que você vai rir bastante, os senpais são lindos demais e o visual também é uma gracinha. Única tristeza é que a segunda temporada ainda não foi anunciada. Provavelmente porque o mangá está no capítulo 45 e o anime foi adaptado até o capítulo 29, ou seja, ainda não há conteúdo o suficiente para uma segunda temporada.

Não é um anime muito conhecido e não tem uma pontuação tão alta no My Anime List, creio que é porque agrada mais um público específico, as fujoshi. Mas mesmo você não shippando muito yaoi, você vai gostar pela temática diferenciada, por ter todos os tipos de senpai e por ser bem engraçado.

 3 – Kami-sama Hajimemashita

Um dos meus shoujos favoritos com certeza. É uma adaptação do mangá ilustrado por Julietta Suzuki e o primeiro episódio foi ao ar em Outubro de 2012. É um shoujo sobrenatural, com direito a romance, comédia e fantasia. O anime tem duas temporadas e o final se dá nos 4 OVAS, chamados de Kami-sama Hajimemashita Kako-Hen.

O sucesso do anime é porque ele não tem apenas um elemento no qual ele se sustenta, mas sim vários muito bem trabalhados e harmonizam muito bem juntos.

A história é de uma estudante chamada Momozono Nanami que perdeu sua mãe na infância, dependendo apenas de seu pai. O problema é que seu pai é um irresponsável e gasta todo o dinheiro com jogos e bebidas, deixando Nanami sozinha e também cheia de dívidas. Com tantas dívidas, ela é expulsa de casa e logo no primeiro episódio ela se depara com Mikage, no qual dá um beijo em sua testa e a oferece uma casa para morar.

Chegando no endereço dado por Mikage, Nanami se depara num templo japonês. Assim que ela entra, os espíritos começam a interagir com ela, felizes por o Deus da Terra ter voltado para casa. O beijo que Mikage deu em sua testa na verdade era um selo que a sinalizava como a nova Deusa da Terra e ela nem sabia disso. Ou seja, ele passou seu posto pra Nanami e ela que se vire.

No templo também está Tomoe, uma raposa demoníaca de 9 caudas, e vinha esperando por 20 anos a volta de seu mestre, Mikage, para o templo. Então ele se depara com uma piveta – Nanami – e não a aceita como seu familiar por ela ser uma simples humana.

A partir daí a história se desenvolve. É engraçado ver como Nanami se adapta a essa nova realidade, como ela vai criando amizades e inimizades, e claro, não pode faltar o crush, Tomoe. Você vai rir bastante das reações do Tomoe e de todos os personagens. As interações entre eles são bem engraçadas, rolando sempre aquela rivalidade cômica, personagens desastrados e etc.

OBS: O final é lindo. Só assiste.

 4 – Kaichou wa maid-sama! 

Kaichou wa maid-sama é a adaptação do mangá ilustrado por Hiro Fujiwara, publicada entre 2005 a 2013 na revista LaLa. O primeiro episódio foi ao ar dia 1 abril de 2010 no Japão.

Bem, o anime é cheio de clichês, receitinha básica de shoujo. O anime me ganhou porque me identifiquei muito com a personagem principal, Ayuzawa Misaki, presidente do colégio e que põe todos os moleques das rédeas. Ela é até vista como demônio por eles por ela ser tão disciplinada, empenhada e dedicada.

Na verdade essa escola era apenas pra meninos por muitos anos até que a direção resolveu abrir as portas para as meninas, já que os meninos eram muito bagunceiros e indisciplinados.

Misaki, nossa waifu, é pobre de marré de si (gíria mais antiga que minha idade) tendo que trabalhar de maid num café de uma cidade distante. Por ela ter uma posição de poder na escola, ela morre de medo que descubram o seu lado fofo como maid e aí entra nosso senpai, Usui Takumi. Ele descobre o segredo de Misaki e começa o desenrolar da história.

Usui é o senpai clássico, foda em tudo o que faz. Inteligente, esportista, lindo, ryco e tudo o que você quiser. Só que ele nunca se interessou por nenhuma garota, até se deparar com Misaki. Ele consegue entendê-la e está sempre ao seu lado. Muito fofo.

 5 – Ouran highschool host club

Anime meio antigo, mas é um amor demaaaais. Outro mangá da revista LaLa, a revista de mangás shoujos que mora no meu coração. Foi lançado na revista em 2002 (há 15 anos atrás, tem noção disso? meu deus) até 2010. Ganhou adaptação e seu primeiro episódio foi ao ar em 5 de abril de 2006.

A história se passa na escola Ouran, um colégio de pessoas ricas e importantes, e então nossa heroína Haruhi, outra pobre de marré de si, ganha uma bolsa de estudos pra esse colégio. Enquanto ela está passeando pelos corredores, de boa na lagoa, sem querer ela entra numa sala e quebra um vaso no valor de 8 milhões. Essa sala é nada mais, nada menos do que o Host Club, um clube secreto de café e senpais que atendem as menininhas apaixonadas por eles. Como dívida, Haruhi é obrigada a prestar serviços nesse café e está rodeada de senpais doidos.

É um anime apaixonante por ter todo tipo de senpai e rolar aquela interação cômica entre eles. Com o tempo todos se tornam muito amigos de Haruhi e é um anime pra você assistir comendo um bolo de morango com chantili do lado.

 6 – Lovely Complex

Mais uma adaptação de mangá. Escrito por Aya Nakahara, publicado na revista Bessatsu Margaret entre 2001 e 2006 e até ganhou o prêmio Mangá Shogakukan em 2004.  O anime estreou em 7 de abril de 2007.

A história é bem focada nos dois personagens principais, Koizumi Risa e Atsushi Otani, e brinca com a diferença de altura entre os dois. Risa é uma garota comum no padrão japonês a não ser pela sua altura, medindo 1,72cm, e Otani é baixinho, medindo 1,56cm.

Na sala de aula Otani implica bastante com Risa e até mesmo os colegas de sala vivem fazendo piadas com a altura dos dois. Os dois compartilham do mesmo complexo e essas provocações e implicações entre eles acabam abrindo espaço para uma relação afetiva.

A narrativa é muito bem feita, a Nakahara soube trazer bem esse complexo e a personalidade dos personagens. Confesso que não são personalidades marcantes, aliás como eu disse, são personagens bem comuns, mas não deixa de ser personagens muito bem construídos e mesmo que você não se identifique muito com eles (como foi o meu caso), é muito interessante ver como eles tentam resolver esse complexo durante a trama.

Deixe uma Resposta

Anna Amex
Amante dos animes e principalmente shoujos <3 Sou youtuber (youtube.com/user/annaamex), empreendedora, designer e escritora. Amo gatinhos e minha meta é virar um.