Arquivos

Cultura Oriental

6 melhores animes para chorar horrores

Se você está aqui, meu amigx, é porque você gosta de uma sofrência. O que venho lhes mostrar é a entrada para uma choradeira sem fim, porém, serão as lágrimas mais bem gastas da sua vida 😉

Selecionamos os 6 melhores animes (DA VIDA) pra você chorar e ainda dizer “Que anime booooooooom“! Qualquer um deles será choradeira na certa, além de serem histórias muito bem amarradas e cativantes.

1- Clannad e Clannad After Story

Esse é com certeza um dos meus animes favoritos e ele é simplesmente apaixonante em todos os quesitos. O soundtrack, a história individual de cada personagem, o romance entre os protagonistas, o próprio enredo em si, enfim, tudo realmente me apaixona e eu já assisti esse anime umas 3 vezes.

Clannad é um shoujo com bastante drama e comédia. A primeira temporada foca na apresentação dos personagens e introduz a ponta do iceberg do que a história realmente é, que começa na segunda temporada, Clannad After Story.

Logo terá uma resenha, obóóóvius, só de Clannad e Clannad After Story. Se quiser já ir chorando, segura a marimba com esse soundtrack do anime:

 

2- Orange

Depois de Clannad, Orange realmente é um drama esplêndido. Eu não tenho coragem de assistir novamente, porque diferente de Clannad (que é triste, mas fofo), ele tem uma pegada bem mais depressiva. Aliás, o anime fala sobre isso, depressão.

O anime gira em torno dessa simples frase: Quem nunca não teve arrependimentos na vida? Sendo assim, Naho, uma estudante de 16 anos, recebe uma carta misteriosa dela mesma, do futuro. Doideira né? Na carta diz que um menino chamado Kakeru irá ser transferido para sua turma e em seguida dá instruções do que Naho deveria fazer para mudar certos acontecimentos do futuro. Na carta fica bem explícito que a intenção é salvar Kakeru.

OBS: A depressão é uma doença séria. Não é frescura e nem falta de chinelada. Por favor, se você estiver nutrindo pensamentos e sentimentos negativos, procure alguém próximo e confiável para se abrir e ESPECIALMENTE, procure a ajuda de um profissional. Você pode sair dessa, você vai sair dessa! Experiência própria <3

3- NaNa

Nana é uma mesclagem de vários elementos interessantes, começando pelas protagonistas. Nana Osaki é uma garota independente e gananciosa, com o sonho de tornar a sua banda punk Black Stones – ou mais conhecida como Blast – a número um do Japão. Já a outra protagonista, Nana Komatsu – ou Hachiko – é uma garota frágil e volúvel que se apaixona fácil e só se mete com os boy magia errado. A única coisa que as duas tem em comum é que ambas são bem egoístas.

Com isso você já pode perceber as diferenças e creio que é isso que torna o anime tão interessante. São duas personagens super diferentes uma da outra, então o autor consegue proporcionar com que o leitor se identifique ou com uma ou com outra.

O tom do anime é calmo, não é repleto de informações para assimilar nem pra morrer de chorar. Porém, com esse tom calmo vem sempre uma pitada de tristeza, mesmo quando tudo está dando certo com as personagens. O que mais amo nesse anime é que ele foge daquele romance de escola de ensino médio. Os dilemas são bem próximos da vida real, as interações e os acontecimentos, então pra mim esse é um diferencial.

4- Ano hi Mita Hana no Namae o Bokutachi wa Mada Shiranai (ou só Ano Hana, porque né…)

Ano Hana é o drama mais leve dessa lista. É gostoso de assistir, pois você fica esperando por aquele final kawaii e emocionante. Foi lançado em 2011 e contém agradáveis 11 episódios.

O anime conta a história de seis amigos que se separaram após a morte de uma das integrantes do grupo, Menma –  Meiko Honma – quando eles ainda eram crianças.

O primeiro episódio acontece dez anos após a tragédia, Menma aparece para Jintan, que é outro membro do grupo, e diz que precisa realizar seu desejo para cumprir seu destino… Porém, ela não lembra qual é esse desejo.

Jintan então decide reunir o grupo das antigas para tentar descobrir qual é esse desejo de Menma, mas esse encontro traz muitos sentimentos mal resolvidos e conflitos internos.

Durante o anime você percebe a luta dos personagens para lidarem com esses sentimentos e cada personagem é muito único, ou seja, o anime traz a visão de cada um desses personagens perante a morte de Menma e como eles tentam superar isso mesmo após 10 anos. Alguns dos personagens se tornaram pessoas egoístas, antissociais e etc.

Pois é, a morte de um amiguinho na infância pode mesmo mudar sua percepção do mundo.

5- Filme: Kimi no Na Wa (Seu nome)

Esse filme é lindo demais, eu chorei muito! Não tem como não gostar, é um filme que podemos chamar de perfeito.

Lançado em 2016, foi o filme de maior bilheteria do ano no Japão, chegando a ser a segunda animação japonesa que mais vendeu em todos os tempos. Quando o filme nem tinha sido lançado oficialmente no ocidente, a fama dele já era enorme e vazou uma versão na internet (a qual eu assisti porque eu estava muito ansiosa). O filme conseguiu o TOP 1 do site MyAnimeList com a avaliação de aproximadamente 230.800 usuários.

A trama é simples, com um plot twist muito bom. A história é sobre uma menina chamada Mitsuha Miyamizu e um garoto chamado Taki Tachibana, que trocam de corpos assim que acordam sem nenhuma explicação aparente. O negócio fica “baum mermo” depois de um certo acontecimento e isso é tudo o que posso falar sobre a trama! Mas confia em mim e separa o lencinho porque você vai chorar horrores. Há muitos momentos marcantes!

A produção investiu bastante no soundtrack, são músicas cantadas, gostosas de ouvir e se encaixam perfeitamente com a trama. A parte visual é linda, os cenários também são muito bons.

6- Filme: Ookami Kodomo no Ame to Yuki (Crianças Lobo)

Esse filme pra mim não é perfeito, mas ele tem uma reviravolta muito interessante o que faz ele ganhar um espaço aqui nessa lista.

Aparentemente a trama gira em torno de Hana, mas na verdade a história abrange pontos muito maiores.

Hana cursa uma faculdade e na sala dela há um garoto misterioso. Ela se aproxima dele emprestando seu caderno para que ele possa acompanhar as aulas e então eles vão criando intimidade. Logo ele conta para ela que ele na verdade é um lobo e aqui entra minha insatisfação com o filme: A reação dela é muito estranha e em seguida os dois tem relação sexual. WHAT? Isso mesmo. Conforme a história continua, por se tratar de algo incomum no mundo real, você assiste pela curiosidade pra ver aonde vai dar.

Eu não posso também contar muito sobre o filme porque a história é bem linear e a graça desse anime é você ir descobrindo os acontecimentos e como a Hana lida com eles.

A reviravolta interessante é o final e advinha? Não tem nada a ver com a Hana, mas sim com seus filhos. Por isso eu disse que no começo aparentemente a história gira em torno dela, mas abrange pontos maiores.

Por último farei um apontamento: Em muitas listas eu vi o filme “Byousoku 5 Centimeter”, mas pra mim não chega nem perto de ser um filme bom, apenas regular. Eu achei bem chatinho na verdade (hihi). Acho que “bom” ou “ruim” depende muito da bagagem que a pessoa carrega. Como eu já tinha assistido todos esses dramas acima anteriormente, Byousoku 5 Centimeter ficou bem distante de ser algo bom pra mim.

Espero que vocês tenham gostado da minha primeira postagem aqui no Dinastia <3

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Anna Amex
Amante dos animes e principalmente shoujos <3 Sou youtuber (youtube.com/user/annaamex), empreendedora, designer e escritora. Amo gatinhos e minha meta é virar um.