Arquivos

Eventos e Lugares

Uma visita a Casa Warner

Acredito que todo fã de série ou filme, tenha tido uma vontade ao menos alguma vez, de estar no mesmo cenário que seus personagens favoritos, ou vivenciar situações que a série traz. A Casa Warner trouxe um pedaço desse sonho para São Paulo.

Alocada temporariamente na região central da cidade, o espaço tinha acesso limitado por meio de agendamento prévio no site do evento ou fila de espera no local, para o caso de houver desistências. Com um sistema muito eficaz de gestão de visitantes e staff extremamente simpático e solícito, nossa experiência começou muito positiva.

A Casa Warner proporcionou um tour de grupos de visitantes guiados por um staff do evento por salas temáticas das séries/filmes do canal. O primeiro espaço era dedicado a Two and a Half Men, que possibilitava tirar fotos com o clássico microfone da abertura da série, além de nos caracterizarmos com o terno para incorporar ainda mais o personagem.

Pegamos um elevador e tivemos acesso a uma das salas que mais esperávamos: o escape room de Supernatural. Apesar de virarmos amigos do demônio que estava lá para atrapalhar nossas descobertas, o escape foi muito bem construído e desafiador, com luz negra, combinações de números e símbolos , e leitura através do espelho.


Depois de um ambiente pesado de demônios, passamos a um outro espaço que gostamos tanto. A sala de Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald trazia alguns trajes oficiais do filme, além de um painel para um duelo mágico, que proporcionou fotos brilhantes dos visitantes.

A Casa Warner também dispunha do espaço de Big Bang Theory, com a sala do apartamento de Sheldon Cooper e seu tradicional sofá para uma foto no lugar preferido do nerd. Um dos pontos mais legais da visita, é que além dos espaços temáticos, o staff criava jogos para aproveitar o tempo que tínhamos na visita. No caso da sala do Sheldon, o grupo de visitantes foi dividido em dois para um jogo de adivinhação de desenhos.

Dando sequência ao tour, fomos a uma das salas mais interativas do espaço. Nomeada de academia dos super-heróis, a sala concentrava ativações de Flash, Arrow e Supergirl. No caso do homem mais rápido vivo, gravamos um vídeo trajados de Flash (seja lá de qual terra for), simulando um momento de corrida do herói. Para Arrow, um desafio de arco e flecha nos esperava. E em Supergirl, um jogo VR em que tínhamos de destruir asteróides no espaço, até encontrar o Superman na Terra.

A última sala temática e esperada por muitos, trazia a lanchonete Pop’s da série Riverdale, num espaço muito bem construído na pegada vintage, além de garantirmos um Milk Shake na faixa enquanto aproveitávamos o espaço, que tinha mesas com sofás, balcão e toda decoração no estilo da série. O tour terminava em uma loja de produtos licenciados Warner, desde canecas até almofadas e camisetas. A experiência na casa Warner foi extremamente divertida, e nos proporcionou 1h30 de pura interatividade com um espaço bem organizado com temática que tanto adoramos. Torcemos para que a casa Warner possa voltar em breve, e que essa iniciativa também mobilize demais ações do mesmo tipo, afinal amamos esse tipo de experiência.

A experiência na Casa Warner foi extremamente divertida, e nos proporcionou 1h30 de pura interatividade com um espaço bem organizado com temática que tanto adoramos. Torcemos para que a casa Warner possa voltar em breve, e que essa iniciativa também mobilize demais ações do mesmo tipo, afinal amamos esse tipo de experiência.

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!