Review | Violet Evergarden S01E01 a S01E03

1
433
views

“Às vezes uma carta pode ser curta e doce, e expressar sentimentos importantes.
Ela era uma garota estranha com traços de autômata, que agia como um soldado, mas era uma garota incrível. E mudou a minha vida para sempre.”

Com um grande lançamento da Netflix, Violet Evergarden tem tudo para ser um dos melhores animes de 2018. A história começa no final da guerra que durou quatro anos e destruiu o continente de Tersis. Em um novo mundo, onde todos desejam paz, é quando conhecemos Violet Evergarden, uma criança que participou de toda a guerra. Sendo uma completa soldada, ela se vê sem rumo nesse novo mundo. Ela precisa encontrar um novo destino, e um novo lugar para se dedicar. Violet encontra então as autômatas, e descobre que é a melhor profissão para saber o significado das palavras que escutou na guerra.

Está no seu terceiro episódio, e já podemos ver a qualidade imensa do trabalho da Kyoto Animation + Netflix. Não é exagero dizer que o anime é maravilhoso! E como é gostoso assistir um trabalho tão bem feito.

O que são autômatas de automemórias?

São mulheres que escrevem cartas a pedidos dos outros. Escutam os sentimentos das pessoas e transformam em palavras.

Ponto: Tudo será em relação a história do anime. Vi que tem personagens diferentes e alguns que não existem nas outras exibições (light novel, mangá).

Vamos conversar um pouco sobre o que aconteceu em cada episódio e perguntas não esclarecidas? A partir daqui, o texto contém spoilers.

Episódio 1 

Depois dos terríveis quatro anos, finalmente a guerra acabou. Todo o país comemora, e está em busca de paz. Violet está internada no hospital por quatro meses, e parece que não está confortável com essa situação. Como soldada, quer a todo instante voltar a ativa. Deseja novamente lutar ao lado do Major Gilbert, na qual foi fiel em toda guerra. Depois de receber alta, Tenente coronel Claude Hodgins recebe a função de ajudá-la a tomar um rumo. O que mais uma criança treinada para lutar poderia fazer em um ambiente de paz? Ela parece insegura do que está por vir.

Saindo do hospital ela recebe seus pertences, e vê que o broche que foi dado pelo seu major (mostrado na primeira cena do anime) não estava junto. Violet se altera totalmente, mostrando o apego enorme que tem pelo objeto. O tenente se propôs a recuperá-lo.

A primeira ordem, é que Violet ficasse na casa sede da família Evergarden, mas ela não se adapta e pede para sair. Hodgins resolve então levá-la a sua empresa de correios na qual abriu quando saiu do exército. A soldada recebe o trabalho de carteira, e exercendo essa função que descobre o serviço de autômatas de automemórias, e deseja se tornar uma delas.

O episódio é somente bom, não espetacular. Não sana o grande hype colocado nesse anime. Talvez muitos esperassem luta, guerra, ação e além. É um anime de drama, e será focado nisso. E como primeiro episódio, mesmo sendo somente “bom”, me agradou! Ele mostrou o que um piloto deveria. Mostra cenas da guerra, e momentos queridos entre Violet e Gilbert (devolvam logo ela pra ele, por favor!), demonstrando o possível tipo de relacionamento que eles têm. Com certeza ela é apaixonada por ele, mas não tem ciência disso. Cresceu sendo uma ferramenta de exército, então é aceitável a “inocência” de não entender coisas tão simples.

E afinal, onde está esse maldito major? Parece que ele está morto, mas por quê ninguém é sincero com ela em relação a isso? Detesto esse suspense de vivo ou morto.
E outro detalhe que deve ser explicado: as mãos de Violet são de prata diamantada, e ainda não foi esclarecido como aconteceu isso com ela. Afinal, o que realmente ela é? Uma humana, um experimento ou uma arma? O que será que essa garota passou na vida?!

Episódio 2

O episódio começa com uma cena do passado, 4 anos atrás, onde parece o início do relacionamento de Violet e Gilbert. O major visita seu irmão, que a entrega como mercadoria, e não entendemos o por quê. Com certeza iremos descobrir a história nessas pequenas cenas.
Hodgins apresenta a soldada a sua equipe de autômatas, e as cenas a seguir são encantadoras, ou não. Violet está aprendendo a datilografar, mostrando que a época que o anime passa, a tecnologia não é tão avançada. Ela aprende a se acostumar e utilizar melhor seu automail (posso dizer isso aqui sendo um termo de FMA?), e se esforça muito. Mas mesmo com tanto esforço, ela não é boa no principal. Em expressar palavras no papel.

Isso acontece por conta de sua personalidade. O que a protagonista apresenta até o momento é “frieza”, uma personagem robotizada. Não entende sentimentos e situações simples. Talvez pela forma que foi criada. E chega a ser cansativo o tanto de esforço “a toa” que a mesma faz. Fica o dia inteiro “trabalhando” sem pausa e sem se alimentar. Precisa disso?

Mas apesar de tudo, o que mais gosto dela, é a sua sinceridade. Muitas vezes, o trabalho de uma autômata é passar as palavras de forma doce, omitindo o que realmente a pessoa quer dizer ou melhorando o fato. E Violet por não ter noção de sentimentos e ser bem verdadeira, peca nisso. Seu trabalho como autômata é fraco, trazendo várias reclamações da clientela. Ela precisa melhorar de alguma forma, ou então, não fará mais parte da equipe. E por isso, recorre ao curso de autômatas.

Neste episódio, também é contado a história das autômatas. E é uma história emocionante (acho que todo episódio terá um draminha).
No final do episódio, em uma conversa de Hodgins e Claudia (líder das automâtas, muito próxima dele inclusive), descobrimos que Gilbert é de família rica, mas com grande personalidade. E que ele não voltará mais.
Essa frase entendemos de várias maneiras, não dando certeza se ele está morto ou não.

Hodgins consegue recuperar o querido broche de Violet, e isso lhe custou todo seu salário. Destaque de tio fofo vai pra você!

Episódio 3 

Violet começa o curso de formação das autômatas, onde pra variar, se esforça e se dedica muito. Ela consegue as melhores notas da turma, menos, no principal: saber escrever em nome de outra pessoa. Cartas devem expressar os sentimentos de alguém. Uma automâta ideal é capaz de decifrar os sentimentos da pessoa e expressa-los em papel. Por conta disso, Violet não é aprovada no curso.

Nessa mesma formação, conhecemos Luculia, uma das personagens mais fortes do anime. Com a morte de seus pais por conta da guerra, ela convive com seu irmão que é um tremendo problemático. Ele trabalhou na guerra, e se culpa pela morte dos pais, achando que poderia tê-los protegido.

Mas Luculia simplesmente é grata pela vida do irmão, e é o que realmente gostaria de falar para ele. Mas não tem palavras e a coragem, e nessa situação, que ela desabafa com Violet. Ela ao ouvir a história da colega, resolve fazer uma carta. E acerta ao expressar exatamente o que Luculia queria!

Ela fica tão grata pelo esforço da colega, que conta a história para a instrutora do curso. E por conta disso, Violet é aprovada e sente mais confiante.

É o melhor episódio até o momento! Emocionante demais, desde o esforço até a vida de Luculia. Personagem cativante demais! Você se envolve com ela. E se saiu lágrima? Malditos ninjas cortadores de cebola!

Estamos ansiosos para a continuação dessa história!

O anime está sendo lançado toda semana pelo Netflix, com previsão de 14 episódios.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here