Arquivos

Séries e TV

Review | Supergirl S03E12 e S03E13

Dando continuidade aos episódios de Supergirl, hoje veremos o aconteceu nos dois últimos episódios antes da pausa. E ai, provavelmente, você vai fazer a seguinte pergunta: mas a série não voltou há pouco de uma pausa no fim de 2017? Sim, mas esta pausa já estava programada devido problemas de produção. Esta pausa será por nove semanas (de fevereiro a abril), quando a série retornar, não haverá mais hiato e será exibida até o final da temporada em junho. Antes destas férias da série, confira abaixo o que aconteceu nestes últimos episódios (com spoilers).

“For Good”

No começo do episódio, vemos uma tentativa de assassinato em Morgan Edge, mas ele consegue escapar. O que ele pensa sobre isto? Ele acha que Lena Luthor é responsável pela tentativa e jura destruí-la.

Em outro momento, Lena, é envenenada por um assassino através de um café vendido em frente a empresa, James até tenta perseguir, mas o assassino é morto por um atirador. Kara para ajudar sua amiga, leva Lena ao DEO, onde com seus poderes e o conhecimento de Alex, conseguem estabilizá-la.

Depois de ameaças, Lena e Kara visitam uma festa organizada por Morgan Edge, Lena lhe diz que sabe que ele tentou matá-la e até sua mãe apareceu e quer se vingar. A mãe de Lena, Lilian, controla um drone e ataca Morgan, fazendo ele admitir que tentou matar Lena. Lillian então aparece vestindo um exoesqueleto igual ao de seu filho Lex, porem, Supergirl chega com reforços de Mon-El e Guadião. Winn hackeia o drone para usar contra Lillian e desativar a armadura. Edge tenta escapar, com o gravador contendo sua confissão, mas é impedido pelo Guardião, permitindo que Lena recuperasse o gravador.

Enquanto isso, Sam tem medo que tenha um tumor cerebral devido a suas perdas de memória, não imagina que seja a Régia, Alex faz testes com ela, mas os testes informam que ela não tem nenhum problema. Com isso, Sam conta para Lena e Kara sobre seus apagões, pois, seu maior medo é não conseguir proteger sua filha

Em comum acordo, Winn, J’onn e Mon-El acham que as destruidoras de mundo são geneticamente modificadas para serem mais fortes e capazes de se misturarem à raça humana do que os Kryptonianos convencionais, neste ponto Winn descobre quatro mulheres potenciais. Neste episódio fiquei com a percepção que estão distanciando um pouco da trama principal e por sua vez Régia, bem como reintegrando Mon-El como personagem principal, apesar das situações que vem acontecendo com seu retorno.

“Both Sides Now”

No final do episódio anterior falamos que existem outras destruidoras de mundos, Supergirl e DEO vão para a casa de Julia Freeman, aparentemente uma pessoa normal. Alguns momentos depois, assim como Sam, o alter ego de Julia, Pureza, assume e luta contra eles.

Sam, está de licença médica da L-Corp por conta de seus apagões, ela decide então ir com Ruby patinar no gelo para passar o tempo. Quando menos se espera, Régia assume o controle de Sam após a captura da Pureza e abandona Ruby para lidar com o DEO.

Sem saber o que fazer, Ruby chama Lena (e não Alex que seria a escolha normal) após sua mãe lhe deixar, Lena presta ajuda e acolhe Ruby. Com o comportamento de Pureza, Supergirl suspeita que a personalidade de todas as destruidoras de mundos está dividida, incluindo Régia. Para detê-las, eles precisam de alguma forma encontrar o lado bom de cada uma.

Quando a Pureza escapa, Julia recupera o controle, porém, Régia leva Pureza até a Fortaleza do Santuário para completar sua transformação. Ao reparar o navio da Legião, Mon-El confessa para J’onn que ainda ama Kara (é nada?), apesar de amar Imra, vale lembrar que ele não se casou com ela em suas condições se assim podemos dizer. Imra, por sua vez confessa a Mon-El que ela e Brainiac 5 têm uma missão secreta em sua missão.

No final do episódio na L-Corp, Régia por um breve momento toma o controle sobre Sam na frente de Lena, mas acaba indo embora, Lena pode ver em Sam o momento de seus apagões.

Diferente do anterior, este episódio foi mais centrado na trama principal, mostrando que Kara (e não através de seus poderes e sim por sua pessoa), será importante para vencer as destruidoras de mundos.  Para a série que vai ficar praticamente 2 meses sem exibição, esperava maiores acontecimentos, acredito que esse tempo até por conta que foi mencionado no início, volte para um bom final de temporada. O que acharam dos últimos acontecimentos? Conte pra nós!

Deixe uma Resposta

Roberto Nascimento
Beto, paulista, sempre em busca de bons shows, viagens, livros, cultura pop em geral (não necessariamente nesta ordem). Fã de Star Wars, DC, Marvel entre outras coisas mais. Amante do universo da fotografia, sempre registrando por onde passo.