Arquivos

Games

Super Mario Bros 3: O melhor presente do Natal de 1996

Natal de 1996, eu tinha apenas 4 anos de idade e era louco pelos Cavaleiros do Zodíaco. Essa seria minha maior paixão se naquele ano, Papai Noel não tivesse me trazido um Nintendo Entertainment System de presente, junto com um cartucho do que se tornaria meu jogo favorito de todos os tempos, Super Mario Bros 3. Se existe uma lembrança boa daquele dia, foi ligar o console na TV com ajuda do meu tio Ney, e ver as cortinas se abrindo para o Reino dos Cogumelos.

Super Mario Bros 3 pegou tudo que o primeiro jogo fez de certo, e expandiu da melhor maneira possível. Antes podíamos pular, abaixar, andar, e correr. Agora podemos carregar itens com as mãos, planar, voar, escorregar em descidas, atacar com um rabo de raposa/tanooki.

Ainda tenho meu cartucho com manual bem guardado <3

Uma outra novidade foram as roupas de Tanooki e de Sapo, que trouxeram uma dinâmica excelente para o estilo plataforma do jogo. Com a primeira, podemos voar, atacar com o rabo e nos transformar em estátua para enganar os inimigos. Com a segunda conseguimos nadar sem dificuldades e com uma boa velocidade, uma verdadeira mão na roda para as terríveis fases aquáticas.

Fora os ítens de dentro das fases, como essa bota gigante que te protege de espinhos!

A história é semelhante a do primeiro jogo, Bowser sequestra a Princesa Peach, e é nosso dever resgata-la. O grande diferencial é que os 7 filhos do Bowser (Sim! Temos um Catra na Nintendo) transformaram os reis de cada mundo em animais, e devemos recuperar os cetros mágicos de cada rei para transforma-los de volta em humanos. Para tal feito, temos que atravessar as fortalezas em forma de navio no fim de cada mundo, e enfrentar os filhos do Bowser.

Uma outra novidade que o jogo trouxe foram os mapas de cada mundo. Agora você tem um mapa pra explorar com diversos caminhos e segredos, algo que ficou marcado e é usado na franquia até hoje. Aliás, quase toda a base dos jogos do Mario em 2D foi feita nesse jogo, esse jogo definiu o estilo plataforma e trouxe frescor a franquia. Super Mario World, que talvez seja o Mario mais conhecido e jogado até hoje é uma simples evolução de tudo que foi estabelecido em Super Mario Bros 3.

Foi esse jogo que me fez amar videogames, me fez descobrir a magia da Nintendo e principalmente me trouxe até aqui hoje. Se o Papai Noel não tivesse levado o Nintendo de natal pra mim, talvez hoje eu não fosse um jornalista nerd nesse site. Obrigado Nintendo e obrigado Shigeru Miyamoto!

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Carioca, fã do Superman e de quadrinhos em geral, além de jogar mais games do que deveria. Xbox live Gamertag: BrSena14