Review | Gotham – 4ª Temporada – O Cavaleiro das Trevas

0
383
views

Lembro quando anunciaram Gotham pela Fox, eu fiquei meio receoso de qual proposta eles iriam apresentar pro programa. Uma série focada em Jim Gordon antes de se tornar comissário? Não sei se eu estava exatamente interessado nisso. As primeiras duas temporadas são legais, mas a série achou seu potencial em explorar Gotham como uma cidade quase viva, que agoniza diariamente, mas nunca morre, enquanto aguarda impacientemente seu protetor crescer e surgir das sombras, como um cavaleiro das trevas.

A terceira temporada começou a apresentar possibilidades para essa aparição, mas tropeça em fazer o simples, dar justiça as motivações do jovem Bruce Wayne. E é nisso que a quarta temporada se estrutura! Bruce rejeitando seu mentor, sendo um playboy rebelde, que quer viver na noite rodeado de mulheres e enchendo a cara com a sua conta bancária quase infinita. Um adolescente revoltado, amargurado pela morte dos seus pais, que ainda tem o peso de ter sido escolhido por Ras Al Ghul para se tornar seu herdeiro.

Nesse seu momento de auto afirmação, vemos o surgimento e a afirmação de alguns outros vilões. A transformação definitiva da Hera Venenosa,o surgimento de Solomon Grundy, e o retorno de Jerome Valeska para seu ato final em Gotham, criando o nemesis definitivo do nosso homem morcego.

Infelizmente o grande número de episódios faz com que o tempo extra seja o maior vilão da série, e os arcos do Charada com a Lee, e a Barbara Kean com o Ras Al Ghul só servem pra ganhar tempo de tela e enrolar episódios suficientes para o inevitável. Com a próxima temporada renovada como a última temporada e contendo somente 13 episódios, eles precisam transformar o Bruce Wayne em Batman, e consertar a vida do Capitão Gordon, sendo essa segunda questão a mais difícil de resolver pelos rumos tomados pela série em relação ao seu romance com a futura mãe de suas filhas.

Felizmente, quanto a transformação de Bruce em Batman, eles conseguiram deixar o gatilho na mira certa para desenvolver seu trabalho noturno. A partir da metade da temporada, Bruce entendeu que Gotham é sua responsabilidade, e o arco do Jeremiah, deixando Gotham em chamas e em meio a escuridão deixa todas as cartas na mesa para o surgimento do Cavaleiro das Trevas. Palmas para as atuações de David MazouzCameron Monaghan, Cameron pela sua múltipla faceta insana seja como Jerome ou seja como o próprio Coringa, e David por mostrar as várias faces de Bruce Wayne, desde o playboy mimado ao homem que luta pela justiça em meio a escuridão.

Gotham tem a faca e o queijo na mão para fazer a melhor temporada de todas as séries de heróis já feitas, só espero que aproveite bem os 13 episódios, e que transforme o seu maior vilão em sua melhor qualidade, o tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here