Resenha | O Vale dos Mortos (As Crônicas dos Mortos)

2
325
views

Quando eu recebi a notícia que seríamos parceiros da Faro, a primeira coisa que me veio a cabeça foi que eu precisava ler As Crônicas dos Mortos! O Vale dos Mortos é justamente o livro que eu esperava, e ainda conseguiu me surpreender com pequenos detalhes que deixam um tempero ainda mais interessante.

No primeiro capítulo da saga, Rodrigo de Oliveira mistura fatos com fantasia, utilizando-se de locações reais, personalidades reais, e fatos que acontecerem no mundo inteiro para trazer a veracidade necessária para trabalhar a ficção de um apocalipse zumbi. E é nessa mistura legal que começamos a história, que tem até mesmo toques de ficção científica. Um planeta gigante chamado Absinto, está se aproximando da terra, chegando a uma distância tão curta que é possível vê-lo à olhos nus no mundo inteiro. Durante a chegada desse planeta, Ivan, sua esposa Estela, e seus filhos, vivem uma vida comum e sossegada, até que em um passeio no shopping várias pessoas desmaiam ao mesmo tempo, e acabam se tornando zumbis. Ivan e Estela precisam lutar para sobreviver e proteger seus filhos desse incidente que parece ter proporções globais.

O Vale dos Mortos narra toda a jornada dessa família em busca de sobrevivência, porém, o Rodrigo de Oliveira conseguiu construir uma narrativa dinâmica, que faz a história andar e sempre acabamos sendo surpreendidos pelas idéias malucas de Ivan. É claro que muitos dos clichês das histórias de zumbis estão aqui, e não poderia ser diferente, já que como é um livro introdutório a toda a saga, precisamos começar a estabelecer os conceitos básicos do horror de sobrevivência. Entretanto a narrativa cinematográfica dos livro, que parece ter sido tirada dos bons e clássicos jogos da série Resident Evil, deixa tudo mais fluido e divertido de acompanhar, principalmente pelo modo ligeiro que o autor consegue ligar os pontos da história.

A partir de agora começa a parte com spoilers, se quiser ler, é só selecionar essa parte em roxo.

  1. A primeira coisa que me chamou atenção no livro, foi o fato dele narrar em diversas partes do mundo o momento que ocorreu o incidente inicial e transformou todos em zumbis famintos. Narrando desde o nosso planalto central, até a NASA que estudava o maldito planeta e mesmo assim tudo aconteceu de maneira surpreendente.
  2. Gostei também de como os coadjuvantes da história tinham seus pequenos momentos, e mesmo de maneira rápida era fácil definir a personalidade de cada um e conseguir se identificar com eles. Zack, China, Gisele, Heraldo… São personagens que mesmo seguindo certos esteriótipos, não são largamente exagerados, e cada um deles é bem definido.
  3. O modo como foi abordado o estupro da Gisele também foi interessante, e as reviravoltas pra descobrir o maldito abusador e assassino prenderam a minha atenção. Gosto de histórias de investigação, e de coisas mais mirabolantes, mas para a narrativa dinâmica do livro, achei que tudo foi colocado na medida certa. Inclusive a  retratação da psicopatia de Heraldo, e a redenção de Zack.

Se você gosta de histórias de Zumbis, ou está afim de uma boa história de aventura e sobrevivência, O Vale dos Mortos é o livro certo para ler. Estou bem otimista para ler os próximos 4 volumes e ver até onde essa história pode chegar. Potencial, tem de sobra e o Rodrigo mostrou que pode nos surpreender.

Para adquirir a sua cópia com desconto, é só clicar nesse link.

Quando eu recebi a notícia que seríamos parceiros da Faro, a primeira coisa que me veio a cabeça foi que eu precisava ler As Crônicas dos Mortos! O Vale dos Mortos é justamente o livro que eu esperava, e ainda conseguiu me surpreender com pequenos detalhes que deixam um tempero ainda mais interessante. No primeiro capítulo da saga, Rodrigo de Oliveira mistura fatos com fantasia, utilizando-se de locações reais, personalidades reais, e fatos que acontecerem no mundo inteiro para trazer a veracidade necessária para trabalhar a ficção de um apocalipse zumbi. E é nessa mistura legal que começamos a história, que…
Um planeta gigante chamado Absinto, está se aproximando da terra, chegando a uma distância tão curta que é possível vê-lo à olhos nus no mundo inteiro. Durante a chegada desse planeta, Ivan, sua esposa Estela, e seus filhos, vivem uma vida comum e sossegada, até que em um passeio no shopping várias pessoas desmaiam ao mesmo tempo, e acabam se tornando zumbis. Ivan e Estela precisam lutar para sobreviver e proteger seus filhos desse incidente que parece ter proporções globais.

O Vale dos Mortos (As Crônicas dos Mortos)

Diagramação
Acabamento
Enredo
Personagens

ESPADAS

Um planeta gigante chamado Absinto, está se aproximando da terra, chegando a uma distância tão curta que é possível vê-lo à olhos nus no mundo inteiro. Durante a chegada desse planeta, Ivan, sua esposa Estela, e seus filhos, vivem uma vida comum e sossegada, até que em um passeio no shopping várias pessoas desmaiam ao mesmo tempo, e acabam se tornando zumbis. Ivan e Estela precisam lutar para sobreviver e proteger seus filhos desse incidente que parece ter proporções globais.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here