Resenha | O Diário de Anne Frank

0
127
views

Sou fascinada por histórias de guerra, não de forma macabra, mas porque acredito que entendendo o passado não cometeremos os mesmos erros.

O diário de Anne Frank é um livro muito famoso, nele conhecemos o relato de uma adolescente que viveu durante a segunda guerra.  A HQ é uma versão compacta e precisa deste diário.

O álbum mostra a história, já conhecida, utilizando uma linguagem e formato mais jovem. O roteiro é focado na vida dentro do anexo, deixando a guerra em segundo plano.

Vemos Anne como a criança que precisou amadurecer rapidamente e como isso foi difícil para ela. A HQ mantém seu foco nos pensamentos, medos e dificuldades da protagonista, além disso somos apresentados a visão que a garota tinha sobre os outros 7 moradores do anexo. Dessa forma compreendemos o desgaste das relações conforme o passar do tempo.

A história é cativante pois Anne, mesmo diante de tantas dificuldades, se manteve otimista, doce e sonhadora. Também é fascinante ver como os adultos fizeram o possível para manter a rotina e equilíbrio dentro do anexo secreto.

O encadernado tem belíssimas ilustrações, com cores muito vivas e efeito aquarela. O texto é escrito em uma letra cursiva, mas isso não atrapalha a leitura.

Você pode adquirir sua cópia clicando aqui.

Sou fascinada por histórias de guerra, não de forma macabra, mas porque acredito que entendendo o passado não cometeremos os mesmos erros. O diário de Anne Frank é um livro muito famoso, nele conhecemos o relato de uma adolescente que viveu durante a segunda guerra.  A HQ é uma versão compacta e precisa deste diário. O álbum mostra a história, já conhecida, utilizando uma linguagem e formato mais jovem. O roteiro é focado na vida dentro do anexo, deixando a guerra em segundo plano. Vemos Anne como a criança que precisou amadurecer rapidamente e como isso foi difícil para ela.…
Em 1942, Anne Frank, uma garota judia de apenas 13 anos, é forçada a se esconder com a família diante das constantes ameaças dos nazistas. Em seu diário, ela narra a própria história, privada do mundo exterior, enquanto sonha em ter sua liberdade de volta. Por meio dele, podemos acessar os sentimentos mais profundos da garota que, presa por tanto tempo em um pequeno abrigo com outras sete pessoas, ainda se revela uma jovem engraçada, sensível e cheia de esperança. Anne Frank não conquista a tão sonhada liberdade, mas sua história sobrevive.

O diário de Anne Frank

Arte
Composição
Diagramação
Enredo
Personagens

ESPADAS

Em 1942, Anne Frank, uma garota judia de apenas 13 anos, é forçada a se esconder com a família diante das constantes ameaças dos nazistas. Em seu diário, ela narra a própria história, privada do mundo exterior, enquanto sonha em ter sua liberdade de volta. Por meio dele, podemos acessar os sentimentos mais profundos da garota que, presa por tanto tempo em um pequeno abrigo com outras sete pessoas, ainda se revela uma jovem engraçada, sensível e cheia de esperança. Anne Frank não conquista a tão sonhada liberdade, mas sua história sobrevive.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here