Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Para homenagear o dia internacional do orgulho LGBTQIA+, o National Geographic convida o público a participar da programação para celebrar juntos o amor e o respeito

Em 28 de junho, o National Geographic se une a iniciativas com para a comemoração do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, uma data que torna visível uma jornada desafiadora e esperançosa, no caminho da igualdade de direitos para a comunidade LGBTIQ +.

Por um lado, para gerar ainda mais conscientização e conhecimento sobre o assunto, o National Geographic oferece uma maratona de programação temática, com séries e documentários que abordam o cotidiano da população LGBTQIA + no mundo, a luta de ativistas e questões de gênero na sociedade, que inclui: Explorer Investigation: Intolerância LGBTI+, O Que nos Define?, Transgêneros e o episódio que nos leva à Índia e traz um raro olhar sob a comunidade gay em Explorer 2.0.

Além disso, levando em conta o contexto atual de isolamento social e com o objetivo de criar um espaço no qual as pessoas possam se expressar livremente e se orgulhar de quem são, o National Geographic convida a audiência a participar da campanha #OrgulhoNatGeo. A iniciativa consiste em um grande desfile virtual composto por vídeos enviados pelo público, celebrando em suas casas pela América Latina todas as características que os tornam seres humanos únicos neste mundo. Em 28 de junho, a partir das 15h35, o canalcontará com uma franja animada que mostrará de maneira contínua todos os vídeos recebidos durante a exibição de O Que nos Define?. Para fazer parte da iniciativa, os espectadores poderão subir seus vídeos no Twitter com a #OrgulhoNatGeo até 17 de junho. Clique aqui para conferir os Termos de Regulamento.

Por fim, durante todo o mês, no site da National Geographic Brasil, o público pode aprender mais sobre o caminho da igualdade de direitos para a comunidade LGBTIQ +, através de perfis de personalidades de destaque e retratos íntimos de pessoas LGBTQIA+ que residem em países onde a homossexualidade é ilegal.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment