Oscar 2018 | As 21 indicações de Meryl Streep, a Rainha de Hollywood

0
259
views

Tem sempre duas coisas que são certas no Oscar. Primeiro, eu não vou conseguir assistir a todos os filmes indicados a tempo da premiação, e a segunda, é que vai ter uma indicação pra Meryl Streep. Afinal, rainha, né môres?

Meryl Streep chega na 90ª edição do Oscar a sua 21ª indicação à Academia por seu papel em The Post e postula mais uma vez entre as favoritas. A atriz, que já ganhou 3 vezes a estatueta, não deve gostar muito deste favoritismo, pois sempre que chega com essa alcunha, acaba não levando.

Uma das mais premiadas e praticamente uma unanimidade em Hollywood, Meryl também já foi indicada 30 vezes ao Globo de Ouro, levando o prêmio 9 vezes pra casa. Não tem como contestar seu talento e é perceptível sua evolução com o passar dos anos.

Vale a pena citar, que apesar de fazer história pelo número de indicações, a atriz de 68 anos, teve como seu maior sucesso comercial O Diabo Veste Prada (2006), sempre optando por produções menores e buscando por papéis onde tem liberdade de impor sua atuação.

Bem, chega de papo, vamos revisitar todas as indicações da nossa diva.

01 – O Franco Atirador • 1978

Este drama de guerra, que venceu o Oscar de 1979, foi apenas o terceiro filme da carreira de Meryl Streep, e já lhe rendeu uma nomeação como melhor atriz Coadjuvante. O longa, onde contracenou com Robert de Niro, ajudou a deslanchar a carreira de nossa diva, na época com apenas 19 anos e que três meses antes já havia ganho o Emmy de melhor atriz, pela minissérie Holocausto. Era apenas o começo.

02 – Kramer vs Kramer • 1979

Em mais um drama, Meryl travou com Dustin Hoffman uma calorosa batalha pela guarda dos filhos. A atuação de ambos foi muito elogiada, o que rendeu a ela seu primeiro Oscar, de melhor atriz coadjuvante, em seu terceiro filme, e a ele o Oscar de melhor Ator. Ahhh… ela também ganhou seu primeiro Globo de Ouro, por este.

03 – A mulher do Tenente Francês • 1981

Finalmente ela foi indicada a categoria principal da academia. Aqui, ela brilhantemente faz 2 papéis no mesmo filme, uma mulher rejeitada pelo marido e uma atriz que interpreta a mesma mulher no teatro. Muito bem acompanhada por Jeremy Irons, ela não leva a estatueta do Oscar, mas fatura mais um Globo de Ouro, além do Critics Awards e do BAFTA.

04 – A escolha da Sophia • 1982

Em mais um drama, mas desta vez um filme mais psicológico, que tem como tema o holocausto, Meryl leva seu 2° Oscar em 4 indicações, só que desta vez na categoria principal.O mesmo papel também valeu um Globo de Ouro, o seu terceiro. Não tem como não se render a esta mulher.

05 – Silkwood • 1983

Mais um drama baseado em fatos reais na sua carreira, Meryl vive uma ativista sindical que luta contra contaminação nuclear na fábrica que trabalha. Além da indicação de melhor atriz, o longa teve mais 4 nomeações, inclusive a de Cher, como melhor atriz coadjuvante.

06 – Entre dois Amores • 1985

Sempre emprenhada em dar o melhor pra seus papéis, neste filme Meryl tem um forte sotaque dinamarquês, o que dá verossimilhança a sua interpretação. Brilhou atuando ao lado de Robert Redford, mas não levou a estatueta.

07 – Ironweed • 1987

Aqui, nossa musa foi dirigida pelo argentino naturalizado brasileiro, Hector Babenco, conhecido por filmes como Pixote e Carandiru, e atuou ao lado do monstro Jack Nicholson. Vale mencionar que a atriz perdeu a estatueta para Cher (Feitiço da Lua), que havia feito Silkwood com Meryl, anos antes, e a agradeceu em seu discurso, por suas dicas de atuação.

08 – Um Grito no escuro • 1989

Pra variar, um drama baseado em um personagem real. O filme foi um fracasso nas bilheterias e não foi por falta de esforço de Meryl, que ganhou a indicação e acabou sendo superada por Jodie Foster, por sua belíssima atuação em Acusados.

09 – Lembranças de Hollywood • 1990

Talvez esta comédia seja meu filme favorito de Meryl. Com roteiro escrito por Carry Fisher, nossa eterna Princesa Leia, o filme conta a história de uma atriz que sofre com dependência de tóxicos e uma mãe possessiva. Nem precisa ser gênio pra entender que o filme é baseado na própria vida de Carrie. Filmão, obrigatório! Pena que não levou.

10 – As Pontes de Madison • 1995

Depois de ficar 5 anos sem ser indicada,o que ainda é um recorde pra ela, volta a disputa com este drama dirigido por Clint Eastwood, que também contracenou com a diva. De novo como favorita, perdeu desta vez para Susan Sarandon (a eterna Louise, de Thelma e Louise), por sua atuação em Os últimos passos de um homem.

11 – Um amor verdadeiro • 1998

Neste ano não fiquei chateado de Meryl ter perdido o Oscar, fiquei triste dela não ter perdido pra nossa diva brasileira, Fernanda Montenegro, que concorria por Central do Brasil. Ambas foram superadas por Gwyneth Paltrow, por sua atuação no superestimado Shakespeare Apaixonado.

12 – Música do Coração • 1999

Se eu falar que é outro drama, baseado em uma pessoa real, vocês acreditam? Foi neste filme que ela alcançou Katherine Hepburn, com 12 indicações. Umas das maiores inspirações de Meryl, Hepburn ganhou 4 estatuetas do Oscar, recorde até hoje não superado, e seu último Oscar foi em 1981, superando nossa diva.

13 – Adaptação • 2002

Neste drama, Meryl brilhou ao lado do genial, indescritível e subestimado Nicholas Cage, que como nossa atriz homenageada nesse texto, também foi indicado ao Oscar de melhor ator. Apesar de aclamada pela crítica, perdeu o Oscar para Catherine Zeta-Jones, que brilhou no musical Chicago (eca!). Sua atuação valeu mais um globo de Ouro.

14 – O diabo veste Prada • 2006

Depois de muitos dramas, aqui ele interpreta Miranda, uma intempestiva e arrogante editora de uma revista de moda. Um dos pontos altos de sua carreira, aqui ela tem o seu filme de maior sucesso comercial. Era favorita, não levou o Oscar, mas o Globo de Ouro tava garantidíssimo.

15 – A dúvida • 2008

Philip Seymour Hofman foi o seu parceiro de atuação neste drama religioso, que recebeu 5 indicações a Academia, sendo que além de Meryl e Philip, Viola Davis e Amy Adams foram indicadas para melhor atriz coadjuvante. Pena que nenhuma dos 4 levou pra casa a estatueta. Que elenco, meus amigos.

16 – Julie e Julia • 2009

Outro papel baseado em atos reais? Sim, e pra variar, sublime. Meryl interpretou a Chef Julia Child, uma espécie de Ana Maria Braga americana e perdeu pra Sandra Bulock a estatueta dourada, mas levou o Globo de Ouro pra casa.

17 – A Dama de Ferro • 2012

Baseado na vida de Margaret Thatcher, primeira ministra britânica que mais tempo permaneceu no cargo, o longa garantiu a Meryl Streep o seu 3º Oscar, depois de 29 anos. Uma atuação fenomenal que também lhe rendeu seu 8º Globo de Ouro e um BAFTA. Quem acompanhou os telejornais na década de 80 teve a impressão que eram a mesma pessoa. A Diva voltou ao topo.

18 – August: Osage County • 2013

Esse drama teve o roteiro adaptado por Tracy Letts da peça de teatro de sua própria autoria vencedora dos prêmios Pullitzer e Tony. Apesar de bem recebido pela crítica, Meryl não levou. Destaque também pra Julia Roberts, indicada como melhor atriz coadjuvante.

19 – Caminhos da Floresta • 2014

Aqui vemos outra faceta de Meryl, um musical da Disney, dirigido por Rob Marshall, que também vai dirigir o live action da pequena sereia. O filme foi bem recebido pela crítica, mas não foi um estouro comercial. A nossa “Bruxa” teve ao seu lado Johnny Depp, Emily Blunt e Chris Pine.

20 – Florence Foster Jenkins • 2016

Nesta comédia dramática (isso existe?), Meryl interpreta a diva do grito, uma cantora de talento duvidoso e sim, é baseado em fatos reais. Ela gosta gente, fazer o quê?

21 – The Post • 2017

Não vou começar dizendo que é baseado em fatos reais, porque a piada perdeu a graça na 7ª indicação, mas a culpa não é minha, culpem o agente dela. O fato é que este drama, dirigido por Steven Spilberg, pode garantir o seu 4º Oscar, e alguém aqui está cruzando os dedos!

Eu sei, foi difícil chegar até aqui, mas se você chegou valeu a pena relembrar todos estes papéis maravilhosos da de Meryl Streep. Qual é o seu favorito? Comenta pra gente nos comentários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here