Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Os Noivos do Inverno – A Passa-Espelhos: Livro 1 | Resenha

Todas as histórias que lemos hoje, tem seu universo narrativo baseado em algo que já lemos antes, terra média, floresta encantada, mundo bruxo e por ai vai. Os noivos do Inverno traz um universo totalmente novo (eu, pelo menos, não tinha lido nada parecido até então), foi como ler Harry Potter pela primeira vez.

No futuro, O Rasgo dividiu a Terra em várias partes, 21 Arcas principais e 86 Arcas menores que flutuam no céu. Nesse livro conhecemos duas Arcas mais a fundo Anima e Polo.

A personagem principal Ophélie é uma animista leitora e passa-espelhos, o que isso quer dizer? Leitores conseguem ler o passado dos objetos, a maioria dos leitores só consegue voltar duas ou três gerações, mas Ophélie consegue voltar muito mais. Ela também tem a capacidade de viajar entre espelhos que estejam próximos, algumas quadras de distância no máximo. Ser passa-espelhos é uma habilidade muito especial, porem trouxe sequelas para a vida da garota. Quando ainda criança, ao tentar realizar sua primeira travessia, Ophélie ficou muito tempo presa entre dois espelhos, isso acabou afetando sua coordenação e ela se tornou uma jovem muito desastrada, mesmo depois de fazer terapias.

Em anima existe apenas uma linhagem que teve sua origem no Espírito Familiar de Artêmis, os casamentos acontecem entre primos e existe um departamento de consanguinidade que verifica quão próximos os primos são, para determinar se haverá riscos aos seus descendentes.

Após rejeitar a proposta de casamento de dois primos as Decanas obrigam Ophélie a aceitar um casamento arranjado, o problema é que o casamento será com um estrangeiro, um homem do Polo, será um casamento diplomático.

Thorn é o noivo de Ophélie e aparentemente está tão contrariado quanto ela com esse casamento. Assim que tudo se acerta, Ophélie é levada de dirigível para a Arca Polo, em uma viajem que dura dias. Sua madrinha e tia Roleseline também parte nessa viagem, como dama de companhia da noiva, para garantir que tudo corra bem durante o ano de noivado imposto pelos costumes e principalmente, para garantir que a honra de Ophélie se mantenha intacta até a noite de núpcias.

Na viagem para o Polo, Ophélie troca poucas palavras com seu noivo e ele afirma que a moça deveria desistir desse casamento, pois não conseguirá sobreviver ao inverno e a corte da Cidade Celeste no Polo.

Ao chegar no Polo, Ophélie e sua tia são surpreendidas pela brutalidade do lugar, tanto no clima quanto no comportamento das pessoas. Todos que vivem no Polo são descendentes do Espírito Familiar Farouk, porém a linhagem foi dividida em clãs, clãs que se odeiam e estão sempre em uma guerra polida.

Thorn leva sua noiva e acompanhante para a casa de Tia Berenilde, a cortesã que o criou quase como filho, eles pertencem ao clã dos Dragões que tem “as garras” como habilidade especial, eles conseguem manipular a mente de seus adversários para que o corpo acredite está sofrendo ataques físicos.

Os outros dois clãs presentes na corte do Polo são os Miragem que conseguem criar ilusões magnificas e a Teia em que todos os integrantes da família veem e sentem tudo que um indivíduo vive.

Ophélie é arrancada de sua vidinha pacata como cuidadora de um museu e é lançada em uma corte cheia de intrigas, inveja, ódio e assassinatos. Nunca foi tão importante manter em segredo quem ela realmente é.

Os Noivos do Inverno é o primeiro livro da série A Passa-Espelhos, ganhador do Grand Prix de L’Imaginaire e primeiro lugar na lista de bestseller na França. Christelle Dabos conseguiu criar uma fantasia épica complexa, cheia de sensibilidade e encantos, que levam o leitor a amadurecer junto com a personagem.

A leitura flui de forma tranquila, fazendo com que o leitor queira sempre ler mais um capítulo. Talvez algumas pessoas encontrem certo estranhamento em algumas expressões utilizadas na narrativa, isso se dá devido as referências à Belle Époque (período histórico europeu entre o fim do séc. XIX e começo do séc. XX) que são a base da estrutura do universo criado.

Os noivos do inverno é um excelente livro de abertura para a trilogia, explica bem o novo universo e sua dinâmica. Termina com diversas pontas soltas que prometem um enredo incrível para o livro seguinte.

Eu li a edição publicada em 2018 pela Editora Morro Branco, essa edição, com 412 páginas, é a coisa mais linda! Com ilustrações da divisão de clãs e mapa da Cidade Celeste.

O segundo livro da série, Desaparecidos em Luz da Lua já foi publicado por aqui e o terceiro livro, A Memória de Babel, será lançado em 12 de setembro desse ano.

Arte
10
Diagramação
10
Enredo
10
Personagens
10
Acabamento
10
Voto do Leitor(a)0 Votes
0
10
Show CommentsClose Comments

Leave a comment