Arquivos

Cultura OrientalEventos e Lugares

Japan Festival Rio Matsuri | 110 Anos da Imigração Japonesa

Nesse último final de semana (10 e 11/03) , aconteceu no Rio Centro a comemoração de aniversário da imigração japonesa no Brasil. O Japan Festival Rio Matsuri, que contou com diversas atrações culturais, envolvendo música, artes marciais, decoração, e muito história sobre a cultura nipônica.

O Rio Matsuri ocorreu no pavilhão 4 do Rio Centro, e mesmo com a grande quantidade de pessoas, não sofreu com super lotações ou coisas do tipo, o ar funcionava bem, os banheiros estavam bem cuidados e todos os funcionários do local, como seguranças e limpeza, eram extremamente educados e bem humorados. Coisas simples, mas que infelizmente acabam faltando em eventos de grande porte.

Para selar o pacto entre a cultura nacional e a cultura niponica, o evento trouxe convidados ilustres que fazem parte de ambas as culturas. Um grande exemplo é o ex jogador de futebol, Zico. O galinho que é ídolo aqui por sua carreira no Flamengo e na Seleção Brasileira, é um grande ídolo do futebol japonês, onde atuou como jogador e anos depois como técnico do Kashima Antlers, além de técnico da seleção japonesa de futebol, inspirando o futebol japonês até hoje e sendo conhecido como ‘Deus do Futebol’!

Além de Zico, também tivemos a presença de Eduardo Miranda, ex diretor da Rede Manchete, conhecido também como pai dos animes, por ter trago e popularizado os animes Cavaleiros do Zodíaco, Yu Yu Hakusho, Sailor Moon, Shurato, Super Campeões, e entre outros na TV aberta nos anos 90, além dos clássicos tokusatsus, Jaspion, Jiraya, Changeman, Black Kamen Rider, Jiban e Winpector .

No domingo, aconteceu a apresentação musical de Rodrigo Rossi, cantor de diversas aberturas e encerramentos de animes no Brasil. Incluindo Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball. Junto com os Brasileiros também recebemos alguns  japoneses para apresentação, como Jane Ashihara e Joe Hirata.

Tivemos apresentações de Taikô, com o grupo Rio Taikô, artes marciais, apresentação de cosplay, desfile de miss Nikkey, aulas de sushi, cerimônia do chá, palestras sobre saquê, exposição de Bonsais, exposição de itens culturais japoneses, e muitas lojas. Lojas voltadas ao público de animes, lojas com guloseimas orientais, lojas de kimonos e roupas orientais, e restaurantes com muita comida japonesa. Infelizmente a maioria dos preços estavam acima do que é cobrado normalmente, e parece que muitos produtos, principalmente os voltados para os otakus acabaram encalhando nas prateleiras. Felizmente as lojas de comida estavam com preços legais, e valeu a espera nas filas.

A comida estava extremamente saborosa, fresquinha, e com bastante variedade. Infelizmente o preço a se pagar pela comida fresca eram as filas gigantes para comprar alimentos. Eu cheguei a ficar cerca de 1 hora para conseguir comprar Lamen, mas a demora é justificável pelo preparo imediato dos alimentos. Nada era requentado, e tudo preparado na hora, daquela maneira organizada e detalhista que só os orientais sabem fazer.

Uma outra área interessante do Rio Matsuri era uma área de descanso, onde haviam tatâmis espalhados numa região, com alguns futons e almofadas para descansar. Claro que tudo deveria seguir a regra dos japoneses, e você precisava tirar os sapatos para aproveitar aquela área maravilhosa.

O saldo geral do evento é extremamente positivo, e espero que eles repitam pelos próximos anos! Você acompanhou a nossa jornada ao mundo do japão pelo nosso instagram? Se não, aproveita pra seguir a gente no instagram, sempre rola cobertura ao vivo de todos os eventos que participamos, e pode apostar que tem muitas surpresas no decorrer do ano!

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Carioca, fã do Superman e de quadrinhos em geral, além de jogar mais games do que deveria. Xbox live Gamertag: BrSena14