Resenha | Guerra: 1939 – 1945

0
483
views

Encontrei Guerra em uma livraria no centro de São Paulo. Além do assunto, a capa com texto em vermelho e a forma como a HQ foi ilustrada logo me chamaram atenção.

O álbum, escrito e ilustrado pelo paulistano Julius Ckvalheiyro, conta 6 histórias, divididas nos 6 anos de guerra, por meio de 6 personagens. São as visões dos vencedores e vencidos, dos que acreditam na guerra e dos que a odeiam. São todos não sobreviventes da tragédia, é assim que o autor consegue torná-los semelhantes, mesmo em posicionamentos distintos.

As histórias contam os últimos momentos de: Um Alemão nazista, um piloto Soviético, um Kamikaze japonês, um Judeu no campo de extermínio, um soldado Americano que escolheu lutar em sua cidade e a equipe responsável pela primeira bomba atômica.

Além dos “contos” a HQ traz pequenos textos com fatos históricos reais, claramente muito bem pesquisados pelo autor, que contextualizam cada uma das passagens. O álbum tem uma narrativa direta, que te proporciona a vivência em cada linha. Chocante e emocionante ao mesmo tempo.

O traço do quadrinista é fascinante e claramente inspirado em imagens reais da guerra. O efeito escuro e densidade trazidos na arte apresentam um realismo que transmite cada sentimento dentro da situação ali apresentada.

O álbum mostra a maior tragédia da história da humanidade de maneira didática, artística e impressionante.

Encontrei Guerra em uma livraria no centro de São Paulo. Além do assunto, a capa com texto em vermelho e a forma como a HQ foi ilustrada logo me chamaram atenção. O álbum, escrito e ilustrado pelo paulistano Julius Ckvalheiyro, conta 6 histórias, divididas nos 6 anos de guerra, por meio de 6 personagens. São as visões dos vencedores e vencidos, dos que acreditam na guerra e dos que a odeiam. São todos não sobreviventes da tragédia, é assim que o autor consegue torná-los semelhantes, mesmo em posicionamentos distintos. As histórias contam os últimos momentos de: Um Alemão nazista, um piloto…
Guerra - 1939-1945 marca a retomada da tradição de HQs de guerra produzidas no Brasil, que teve a revista Combate, publicada nas décadas de 1960 e 1970, como grande expoente. O resultado final é um panorama singular e realista da Segunda Guerra, que certamente agradará os amantes de quadrinhos e de narrativas bélicas.

GUERRA - 1939-1945 (Julius Ckvalheiyro)

Arte
Composição
Diagramação
Enredo
Personagens
Acabamento

ESPADAS

Guerra - 1939-1945 marca a retomada da tradição de HQs de guerra produzidas no Brasil, que teve a revista Combate, publicada nas décadas de 1960 e 1970, como grande expoente. O resultado final é um panorama singular e realista da Segunda Guerra, que certamente agradará os amantes de quadrinhos e de narrativas bélicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here