Arquivos

Música

Foo Fighters no Brasil pelo olhar de um não fã

Tive a oportunidade de ir a um dos shows da turnê, Concrete and Gold, durante sua passagem pelo Brasil. 27 de fevereiro de 2018, Allianz Parque. Esse dia ficou marcado na história. Mas por que?

Eu sei, o título desta matéria pode ter surpreendido a muitos de vocês… Eu não era fã da banda até o dia do show. Sim, eu era um mero apreciador de músicas clássicas como Times Like These e Everlong, afinal são aquelas que é raro conhecer alguém que nunca tenha ouvido ao menos um trechinho, certo?

Pois bem, eu tenho uma prática em shows de conhecer antes todo setlist que vai ser tocado, afinal não é nada legal ficar boiando enquanto todo o público está curtindo. “Ah, mas que raio de fã é você? Vai no show sem conhecer, mal sabe o nome dos integrantes ou a letra das músicas?” É… Eu sou assim e vou seguir sendo assim.

Digo a vocês que até hoje fui em poucos shows na minha vida, 6 ou 7 talvez. Mas cada um deles eu vivi com a maior intensidade possível, porque aquele é o momento de grande consagração do músico. Podem ter zilhões de horas gravadas em estúdios, mas o auge será ver 40, 50, 100 mil pessoas te aplaudindo e cantando com você ou para você. Isso é show, isso é um espetáculo!

Voltando ao Allianz Parque… Foram mais de 2 horas de algo que é difícil definir como um simples show. Admito a vocês que não conhecia Dave Grohl como ele realmente merece. O que me restou foi aplaudir e olhar encantado para o espetáculo que ele liderou. A intensidade que Dave regia o público e os seus companheiros de banda é algo de se arrepiar, e que eu como espectador e admirador da música, me rendi a ovacioná-lo.

Momentos épicos como os celulares das arquibancadas em The Sky Is A Neighborhood ou o coro de Best of You, são aqueles dignos de ficar na memória de qualquer um que esteve presente. Este último, de tão intenso que foi, ecoou pelas ruas da Pompéia momentos após o show. Ponto extremamente positivo para os fãs, fizeram um show belíssimo se tornar melhor ainda do que já é!

Bandas que tem músicas famosas nas rádios ou que estão nos milhares de apps de música por aí são fáceis de citar, não é? Se eu parar aqui para falar de algumas, o texto vai longe. Mas e aquelas bandas capazes de manter a regularidade de música de qualidade, simpatia dos seus integrantes e encanto com o público durante mais de 2 horas. Você conhece muitas? Pois é… eu conheci no show de 27 de fevereiro de 2018.

Foo Fighters foi capaz de manter lá no alto o público durante todo o show. Raro momento que vi a arquibancada sentada foi no breve intervalo dos covers, cada um protagonizado por um membro da banda. Mas na hora de Under Pressure com Dave Grohl na bateria e do brilhante Taylor Hawkins no vocal, não teve quem se mantivesse sentado na arena!

Lembram-se do início do texto que falei que fui ao show não como fã da banda, mas como apreciador de algumas músicas clássicas? Pois é, sai de lá encantado com a capacidade desses caras, com novos hits para o meu dia-a-dia e feliz por ter vivido um momento incrível com mais outras 40 mil vozes. Ah, Dave Grohl… você é uma lenda!

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!