Arquivos

Animes e MangasSéries e TV

Captain Tsubasa (2018) – A Volta de Super Campeões

Estamos em 2018, em meio a Copa do Mundo de futebol, e se tem uma franquia que gosta de se aproveitar desse período é Captain Tsubasa, vulgo Super Campeões pra quem acompanha a série desde os anos 90 na extinta Rede Manchete. Aproveitando esse clima de festa pelo futebol eu resolvi assistir o reboot do anime de futebol e redescobrir o que fazia está animação tão especial nas minhas memórias infantis.

História e Personagens

O anime conta a história de Tsubasa Osora, que aqui no Brasil teve seu nome mudado para Oliver Tsubasa. O garoto que é amigo da bola e apaixonado por futebol se muda para a cidade de Nankatsu e se torna parte do time de futebol da cidade homônima. O time da cidade é o pior da região, mas a chegada de Tsubasa transforma o time num vencendor e projeta o próprio Tsubasa para o futebol mundial, inclusive para jogar no Brasil.

Paralelo a história de Tsubasa, temos Roberto Hongo, principal jogador da seleção brasileira que vai para o Japão para fazer um tratamento de visão e acaba descobrindo que não poderá mais jogar futebol. Por ser amigo do pai de Tsubasa, Roberto acaba se aproximando do garoto e se torna treinador do Nankatsu e mentor de Tsubasa para torná-lo um jogador profissional.

Claro que outros personagens importantes fazem parte do roteiro em geral, como o orgulhoso goleiro Benji Wakabayashi, o insaciável Kojiro Hyuga, e o habilidoso Taro Misaki.(Carlos no Brasil…) mas a história gira em foco na carreira de Tsubasa e no contexto de amizade e companheirismo que o esporte pode proporcionar.

Infinitas Versões

O maior problema de Super Campeões é a sua quantidade de versões e reboots que a série sofre de tempos em tempos. A primeira se chama Captain Tsubasa, e é de 1983, contando a história de tsubasa desde a chegada ao Nankatsu até a Copa da Ásia e o Mundial Sub-19. Aí vem o primeiro remake Captain Tsubasa J, que foi a versão que passou na Rede Manchete como Super Campeões, essa versão vai até a classificação da Copa da Ásia e encerra ali. Depois tem a Road to 2002, que conta a chegada ao Nankatsu de maneira diferente, e vai até a final da Copa do Mundo entre Japão e Brasil. E agora temos um terceiro reboot/remake da série.

Captain Tsubasa (2018)

Aproveitando o clima da Copa da Russia, temos mais uma visão de Tsubasa chegando ao Nankatsu, mas dessa vez a história parece estar sendo contada com mais detalhes e principalmente mais apego aos personagens e seus backgrounds. Eu assisti 12 episódios dessa nova versão, e a primeira coisa notável é a mudança na personalidade de Roberto Hongo. Roberto tem problemas com alcoolismo devido a sua frustração por não poder jogar mais futebol, e ele supera esse problema ao encontrar Tsubasa e decidir se tornar seu mentor. Seu jeitão brasileiro é mais explícito, ele vive abraçando os garotos e expressando sua alegria o tempo inteiro, bem diferente dos centrados asiáticos. A construção da rivalidade e amizade com Wakabayashi também é de maneira mais gradativa e realista. As animações sofreram a evolução natural do tempo, e a série parece mais ousada ao transformar metáforas em conceitos visuais.

Super Campeões ou Captain Tsubasa, chame como quiser, mas a série continua divertida de assistir, e continua trazendo seus principais valores de amizade, esforço e perseverança. A nova série estreia em breve no Brasil pelo Cartoon Network.

Deixe uma Resposta

Bruno Sena
Carioca, fã do Superman e de quadrinhos em geral, além de jogar mais games do que deveria. Xbox live Gamertag: BrSena14