Arquivos

Eventos e Lugares

Bienal do Livro 2018 | A Bienal das pessoas

Muito além do que um evento literário para venda de livros, autógrafos e inovações no mercado, a Bienal do Livro deste ano me mostrou um lado antes pouco explorado, mas tão importante quanto a literatura: a Bienal das pessoas! Digo isso após ter a oportunidade de participar do evento no seu dia de inauguração e no primeiro domingo. Sai de lá com alguns livros achados nas promoções e outros que tive a oportunidade de conhecer através do próprio autor que lá estava. Melhor do que essas aquisições, foram as experiências ali vividas. Sabe aquele sentimento bom que a gente está no mesmo lugar que milhares de pessoas tem gostos semelhantes que você? A Bienal é mais um evento que participo e tenho esse mesmo sentimento.

Filas normalmente são chatas, não é mesmo? A paciência é uma virtude para quem as encara. Mas na Bienal, filas se tornam um momento prazeroso. Foi em uma delas que tivemos a oportunidade de conversar com uma autora independente extremamente simpática, e abrangemos ainda mais as próximas leituras. Parece brincadeira, mas na mesma fila, conhecemos outro autor independente que também em breve contaremos mais sobre (e olha que a fila não era tão grande assim…)Falando ainda em filas, até a fila do caixa se torna interessante. Numa delas, tive a oportunidade de compartilhar experiências de leitura com uma outra visitante do evento, recomendando a continuação do livro que ela levava, assim como ela me recomendou outro que estava no mesmo estande (sim, eu ouvi a recomendação e levei o livro).

E as filas dos autógrafos? É o momento de discutir sobre a bela obra do autor que ansiosamente esperávamos pela assinatura. Cada um com seu gosto pessoal, mas em comum o apreço pelas técnicas trazidas pelo escritor as páginas de sua publicação.


Ah, os autógrafos e os autores. Outro ponto extremamente positivo quando falamos de experiências na Bienal. Todos de extremo carinho com seus fãs, paciência e dedicação a cada um dos ávidos leitores que esperavam por um sorriso, uma conversa e uma assinatura na sua obra favorita.  Digo isso para todos que lá estiveram, de Maurício de Sousa a Victor Bonini, de Raphael Montes a Marcos DeBrito. Cada um com seu estilo literário, sua forma de escrever e de tratar seus fãs, encantou ao nosso time que esteve presente no evento. 

A estrutura do evento também valorizou demais essa interação entre as pessoas. Com espaços bem organizados para autógrafos e estandes espaçosos e atrativos para relaxar no intervalo das compras. Muitos estandes contaram com espaços para deixarmos nosso recados a outros leitores, valorizando a leitura ou até mesmo elogiando alguma obra ou autor. A Bienal do Livro ainda rola em São Paulo, no Anhembi, até o dia 12 de agosto. Se não foi ainda, aproveite essa chance única. Se não puder ir esse ano, se prepare para comparecer daqui 2 anos, afinal a experiência vivida é única!

Deixe uma Resposta

Raphael Riveiro
Idealizador do Dinastia Geek, fanático por séries e games, engatinhando no mundo das HQs. Harry Potter, o universo Tolkien, Liga da Justiça e Tim Burton são o melhor do maravilhoso universo nerd/geek!