Animes dos quais você deveria passar LONGE!

0
195
views

Sempre indico pra vocês ótimos animes e faço reviews, mas está faltando uma coisa primordial que é: Animes que são ruins, que não vale a pena assistir. Aqueles em que nada salva, entende? Porque tem uns ruinzinhos, mas que tem coisa que salva. Já outros, nem Chessus axuda, que é o caso desses da lista. Então vocês não terão o desgosto que eu tive e perdi minutos da minha vida. Estou salvando a pele de vocês, então vamos lá.

1 – Mirai Nikki

Eu tenho uma raiva lascada desse anime, ô coisa ruim! Lembro que todo mundo falava que era bom, que era demais, eu fui assistir naquela expectativa “Nossa, geral falando bem, deve ser bom”. Mas nessa época, meus caros amigos, eu tinha 16 anos e meus amigos nessa mesma faixa etária, e quando você é pivete qualquer bosta com fanservice presta.

Começando pelo protagonista Yukiteru que é péssimo, um zero a esquerda. Ele na vida real é aquele cara que você chama de embuste, covarde, que não cheira nem fede. Ai temos a Yuno, psicopata apaixonada pelo zé merdinha. E é só isso, ela é psicopata e o Yukiteru se protege na sombra dela porque ela é muito boa em matar.

A sinopse é o seguinte: Deus estava com tédio e inventou um jogo, dando poderes/diários para 12 pessoas. Nesse jogo, eles teriam que matar uns aos outros para que houvesse um sobrevivente e consequentemente um novo Deus. O diário da Yuno é o do futuro (Mirai significa “futuro” e Nikki “diário”, daí o nome do anime) onde ela pode stalkear todos os futuros passos do seu amor, Yukiteru. Enfim, cada um recebe esse poder/diário com base na sua personalidade, sakaram? Por isso esse é o diário da Yuno.

Portanto, como geral quer se matar e consequentemente, o amor da Yuno é alvo, ela sabe o que vai acontecer com ele, então ela tá sempre na sombra dele pra protegê-lo. É só isso o anime todo. Eu assisti até o final pensando “tem que ter um plot muito foda no final, porque não é possível que seja esse lixo”. E sim, é possível. O único plot é um bagulho sem sentido e fim.

2 – Tonari no Kaibutsu-kun

Era pra ser um shoujo/romance/comédia, mas a protagonista é um saco e ela faz de gato e sapato o menino que gosta dela. Anime em si não é ruim, nem o senpai, mas as coisas que a personagem faz com o menino e como ela age, é escrota. Você não veria isso na vida real acontecendo com seus amigos e gostando, você iria ficar brava com a menina e dar uns tapa na cara do seu amigo pra ele acordar.

Acontece que não é fofo, não é engraçado, logo não é um shoujo, mas uma parada mais sado/maso.

3 – Special A

Era pra ser um romance escolar, meio comédia, mas logo você percebe que é um anime bem chatinho, aquele que você só assiste se for sua última opção, que foi meu caso. Hikari é a protagonista, super esforçada e inteligente, que acaba entrando num grupo especial de alunos da escola, que vem daí o nome do anime. Esse grupo é super seleto, contendo apenas 7 alunos. O que torna a parada chata é que ela fica competindo o tempo todo com o que menino que ela tem rixa desde infância, Kei Takishima, um menino super prodígio que sempre fica em primeiro lugar em tudo que faz e se apaixona, claro, pela nossa protagonista. Tá, mas por que isso é chato? Você deve estar me perguntando. Vamos lá.

Primeiro, a premissa do anime em si não é de todo ruim, mas não dá emoção nenhuma em acompanhar esse romance, é completamente esquecível, eu desisti do anime acho que no quarto episódio. Nunca mais cometo o mesmo erro que cometi com Mirai Nikki, ou seja, assistir algo até o final esperando desesperadamente que se torne bom.

O Kei é um péssimo senpai, expressões sem sal, a única que salva é a Hikari, mas ainda sim você assiste o anime com a impressão que as coisas não vão mudar muito, e se mudar, é muito previsível. Não vou falar muito mais sobre esse anime porque desisti dele, VAI QUE NÉ, mas meus amigos que assistiram também não gostaram.

4 – Kuzu no Honkai

Nossinhora, alguém me salva desse. A proposta dele é bem interessante, diferente de qualquer anime que eu já tenha assistido, então isso é um ponto positivo, o autor saiu da caixinha e fez algo memorável. Pena que é aquele memorável pra ruim, mas melhor assim do que Special A, que comecei a assistir o anime, esqueci que ele existia dia seguinte e nem terminei.

Resumidamente, a sinopse é um casal de fachada no qual ambos compartilham de um mesmo desejo: o crush que eles nunca conseguiram conquistaram e então suprem suas carências um com o outro. É tipo aquele ditado, quem não tem cão caça com gato? — Ditado no qual nunca entendi porque gatos são ótimos pra caça. Ou então, mais vale um passarinho na mão do que dois voando. Bem, vocês entenderam.

Um dos problemas desse anime é que ele não tem enredo pra 12 episódios, o autor poderia acabar com 6 episódios facilmente e seria uma solução mais interessante e menos vergonhosa. Além disso, todos os personagens são bem apáticos, dificilmente alguém se identifica, o final é meio do nada, um tanto quanto absurdo, mas tem doido pra tudo né, enfim, não acrescenta na vida de ninguém, sério. Era pra ser um drama, mas já assisti mais densos que esse e acho que se é pra ser drama, tem que se aprofundar nos personagens mesmo, se jogar de cabeça sabe? E em 12 episódios o autor ainda nem conseguiu fazer isso, até porque, que personagens chatos! Enfim, eu passo!

5 – School Days

Primeira vez na vida vou falar de um anime que nunca assisti, mas está nessa lista porque a quantidade de gente falando mal desse anime, é igual o número de pessoas deixando cartinha pro Luciano Huck. Única coisa que sei é que rola muuuuuuuuita traição, mas muuuuita! E seremos sinceros, eu não pago a internet pra isso, né amores? Eu pago pra ser feliz vendo shounens e shoujos!

Como esse anime é tão ruim, nem vale sinopse aqui pra vocês, só fujam. A nota no MyAnimeList também não é boa.

6 – Byousoku 5 Centimeter — 5 Centimeters per Second

Acho que vou apanhar botando esse aqui na lista, mas vamos lá, fazer o que. Eu tinha boas expectativas pra esse filme, todos falaram muito bem, é um drama/romance e eu adoro esses gêneros! Só que o filme é parado demais, eu lutei fortemente pra não dormir! A história do romance em si não é ruim, mas como é contado no filme é péssimo. Vamos pra sinopse.

São dois amigos de infância, Takaki e Akari, que acabam tendo seus destinos separados devido a mudança da família da Akari para uma cidade bem distante. Eles continuam trocando cartas, se comunicando, só que aí é a vez da família do Takaki se mudar e então ele decide ir ver a Akari na cidade dela por uma última vez. Só que assim, isso tudo é contado enquanto ele tá num trem indo pra cidade da Akari, está nevando demais então o trem demora ainda mais e quando eles se encontram é ridículo, ele para na estação e eles ficam lá, não tem um encontro nem nada sabe, é só isso. É muito parado mesmo, eu não torci por eles nem nada, não me emocionou nem um pouco e olha que eu choro com comercial de margarina! Alguém devolve os minutos da minha vida que perdi assistindo isso? Pelo menos a fotografia é boa.

Espero que vocês tenham gostado, que fujam desses animes e se tiver algum que vocês também querem fazer o favor de avisar a humanidade para ninguém assistir, comentem aqui e compartilhem com seus amigos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here